sábado, 18 de novembro de 2017
área do assinante
10/11/2017 09:00
Edição 3169

Dois jovens e 'Vovô do tráfico' são presos com crack, cocaína e maconha

Na ocasião, um dos acusados, de acordo com a PM, tentou evitar o flagrante jogando porções de cocaína no vaso sanitário

Por Breno Guarnieri  


Na madrugada desta quinta-feira (09), por volta das 3h, a Polícia Militar prendeu em flagrante C.P.B., 60 anos, L.E.M., 27, B.R.V., 28, acusados de tráfico de drogas em uma residência, situada na Rua Manoel Martins, no Jardim Ipanema, periferia de Fernandópolis.


Informações do boletim de ocorrência dão conta de que a PM recebeu diversas denúncias anônimas de que no referido imóvel ocorria a atividade ilegal. Diante das informações, viaturas se deslocaram até o local, onde, a princípio, os policiais avistaram uma jovem pedindo algo para B.R.V. no portão da residência. Ao avistarem a presença das viaturas no bairro, os jovens correram para o interior do imóvel. Neste momento foi realizada a abordagem.


Durante o procedimento, dentro da casa, ainda foram detidos C.P.B. e L.E.M. Em vistoria, os policiais encontraram 10 porções de crack, 24 trouxinhas de maconha, além de R$ 48 em dinheiro e vestígios de cocaína no vaso sanitário do banheiro. Na oportunidade, um dos acusados tentou “se livrar” das porções do entorpecente jogando-as na descarga. No local, ainda, foram encontrados apetrechos para o tráfico e uma balança de precisão.


Durante o registro da ocorrência, chegou à residência, de táxi, uma quinta pessoa, que logo foi abordada pelos policiais. A sua intenção, de acordo com a Polícia, era comprar entorpecente dos acusados.


Atrás das grades

Diante das evidências, o trio foi encaminhado ao Plantão Policial para prestar esclarecimentos. Após a audiência de custódia, realizada ontem, os três foram autuados por tráfico de drogas, crime que prevê de 5 a 15 anos de prisão, em caso de condenação. Eles foram encaminhados à Cadeia Pública de Guarani d’Oeste, na qual permanecem à disposição da Justiça. Os dois jovens abordados durante a ação policial e que tinham a intenção de comprar drogas foram liberados após explicações na Delegacia. O caso foi encaminhado à DISE (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes).     


Dinheiro, entorpecentes e apetrechos utilizados na atividade ilegal foram apreendidos durante o registro da ocorrência