segunda, 20 de novembro de 2017
área do assinante
11/11/2017 08:43
Edição 3170

11 Notícias

Por Lívio Vono - Comentarista Esportivo

1 - Olá amigos aquele abra- ço. Será no próximo dia 25 deste mês o sorteio da “Ação entre amigos”, que tem a finalidade de arrecadar fundos para pagar as primeiras despesas do Fernandópolis Futebol Clube para a disputa da Segunda Divisão Paulista de 2018. Se você ainda não adquiriu seu bilhete faça já, o FFC precisa de você. 


02 - Para os mais antigos, da velha guarda, quando o futebol, mesmo que profissional era um lazer, vão se lembrar de um clube pequeno, mas muito querido por todos que gostam de futebol, que acabou virando pó. Falamos do Canto do Rio, um time do Rio de Janeiro, que disputava a primeira divisão de futebol, do Rio de Janeiro. Quanto sufoco ele dava a Flamengo, Vasco, Fluminense e Botafogo.


 03 - E o que é que tem este tal de Canto do Rio a ver conosco nos dias de hoje? Tem muita coisa. O esporte bretão foi se profissionalizando a cada dia mais, principalmente quanto a investimentos, dinheiro, nada mais que isso, e o Canto do Rio, time considerado pequeno, mas muito querido não só pelos lados dos cariocas foi se definhando. Acabou, isso mesmo, acabou. Acabaram na verdade com o Canto do Rio.


 04 - E daí? Daí que estamos vendo o mesmo exemplo que deu fim ao Canto do Rio que era o segundo time de todo torcedor da Velha Cap acontecer em pleno século 21 com um time paulista nos últimos tempos: A querida Portuguesa de Desportos, a Lusinha, que é o segundo time de palmeirenses, corintianos, santistas e são-paulinos. A Lusa do Canindé está com seus dias contados praticamente. 


05 - Enfiada em dívidas até o último fio de cabelo, com seu estádio indo a leilão, e ninguém querendo comprar, com mais de 300, isso mesmo, 300 ações trabalhistas para pagar a Lusa está a caminho de desaparecer. Se isso vier a acontecer mesmo será um golpe brutal para a colônia portuguesa do Brasil, para aqueles que gostam de futebol e para quem tem a Portuguesa como seu segundo time. 


06 - Para os mais jovens que não sabem o patrimônio que a instituição Portuguesa representa para o futebol brasileiro aqui vão algumas lembranças: Ela já foi sim campeã brasileira e paulista lá atrás, isso bem longe; revelou craques como Julinho Botelho e Jair da Costa que serviram a seleção brasileira, Palmeiras, Fiorentina e Inter da Itália por muitos anos. Djalma Santos, lateral da seleção nacional escolhido o melhor do mundo em 1958. Eneias jogou no Verdão e o melhor de todos: Denis. 


07 - Este foi um caso especial. Quem se empolga com Neymar nos dias de hoje é porque não viu Denis jogar. Esqueçam Pelé, este sim foi um fenômeno verdadeiro. Denis fazia as equipes adversá- rias, por melhores que fossem, ter um cuidado muito especial quando enfrentavam a Lusa do Canindé. Para chegar ao Rei do Futebol faltou pouco. Emprestado a outro time da colônia portuguesa, Vasco da Gama, morreu em acidente de trânsito no Rio de Janeiro ainda jovem. Sua família até hoje não recebeu a indenização. Pelo ao menos não se sabe. 


08 - Pela Copa Paulista, cujo campeão tem direito a escolher se disputa a Série D ou Copa do Brasil no ano que vem, a Portuguesa perdeu nas semifinais a primeira partida em pleno Canindé para a Ferroviária, de Araraquara, por dois a zero perdendo até pê- nalti. Foi muito prejudicada pela arbitragem naquele jogo e precisa vencer por diferença de três gols hoje na Morada do Sol se quiser e poder disputar outro campeonato que não seja somente o Paulista da Série A2. A Lusa está agonizando. Não deixem a Portuguesa virar Canto do Rio. 


09 - O futebol brasileiro também agoniza e ninguém vê ou faz que não está vendo, senão vejamos: Tudo indica que o Timão será o campeão da Série A do Brasileiro desta temporada, alguém dú- vida? A coluna vem afirmando isso faz tempo. E o campeão faz campanha no returno de time rebaixado; a tese de que campeonato de pontos corridos valoriza as equipes que mantém homogeneidade de pontos. O Timão manteve? Este ano também ficou claro que ter muito dinheiro, se souber usá-lo, faz um grande mal e Palmeiras, Flamengo e Atlético MG que o digam.


 10 - Esta temporada também está mostrando que para ser campeão um time, além de mesa farta em dinheiro, tem que ter um trabalho muito forte de bastidores. Como nosso espaço está acabando tomemos como exemplo único o Palmeiras. Segundo uma grande emissora de rádio de São Paulo, o Verdão foi ajudado este ano com três jogos e prejudicado em treze. Não se pode deixar de frisar que o Verdão não tem comando forte de diretoria e comissão técnica. Em seis rodadas o Verdão foi do céu ao inferno. Três vitórias com Valentim e três derrotas vexatórias. Qual é o verdadeiro Verdão? Ninguém sabe, ninguém viu. 


11 - Você é nosso convidado para assistir a partir das 12h, neste sábado, e amanhã, em reprise a Mesa Redonda do Canaldez. Estamos na TV Cabo Mix, na internet no www.canaldez.com.br no Facebook e na internet no www.canaldez.com.br. Receberemos ao lado de Gil Cipriano, nosso PVC, Admilson Garcia, diretor deste diário, e o professor Zé Renato. Fique conosco e até sábado se Deus quiser. Pergunta da semana: Será que depois de Palmeiras X Cruzeiro e Corinthians X Palmeiras Héber Roberto Lopes e o gaúcho Daronco estão dormindo bem? Sono dos nobres pela missão cumprida

.


em destaque