domingo, 19 de novembro de 2017
área do assinante
13/11/2017 15:05
Edição 3170

Landwind X7: cópia do Evoque com preço de Uno

Modelo chinês é reestilizado e tem motor 1.5 turbo da Mitisubishi e cambio de oito marchas e custa o mesmo que o modelo da Fiat


Os chineses ainda vão dominar o mundo. Ao menos no que depender de “copiar” tecnologias de smartphones, eletrônicos, veículos, maquinários... Pois o novo X7, que acaba de receber reestilizações, ficou ainda mais a cara do Land Rover Evoque, o mais conhecido SUV britânico.  


Por enquanto e há três anos, o X7 é comercializado exclusivamento no país asiático, onde é um sucesso de vendas, apesar da “recomendação” da Rover para que os chineses não comprassem o modelo. Neste facelift, a Landwind mexeu basicamente no desenho do para-choque, da grade e das rodas, sem grandes rupturas com o conjunto original. A traseira recebeu novo para-choque e abandonou os detalhes sem pintura que cobriam a tampa do porta-malas, de tal modo que as lanternas agora são internadas apenas por uma fina barra cromada. No mais, as proporções gerais da carroceria seguem praticamente idênticas às do Evoque, incluindo a inclinação do para-brisa, o formato dos vidros laterais e a linha de cintura elevada. Até mesmo o posicionamento dos emblemas no capô e na tampa traseira foi descaradamente plagiado. 


A motorização é 2.0 turbo de 190 cv de origem Mitsubishi equipa as versões de topo, podendo vir associado a um câmbio manual de 6 marchas ou automático de 8. A novidade fica por conta de um novo propulsor 1.5 de 150 cv, oferecido nas configurações de entrada. Os preços começam em 100 mil yuan e chegam a 148 mil nas variantes mais caras (cerca de R$ 49 mil e R$ 73 mil, respectivamente). Para efeito de comparação, um Evoque original custa localmente a partir de 388 mil yuan, aproximadamente R$ 192 mil.