domingo, 17 de dezembro de 2017
área do assinante
01/12/2017 09:40

Campeonato Paulista e Série D do Brasileiro: o que o Novorizontino busca em 2018

Executivo de futebol Marcelo Barbarotti destrincha o planejamento da equipe para o próximo ano

Da Redação 


Com o objetivo de permanecer na elite do Campeonato Paulista, buscar o acesso à Série C do Brasileiro e seguir crescendo no cenário nacional, o Novorizontino traça planos para atingir as metas na temporada 2018.


Desde o término do último estadual mapeando reforços e planejando os passos de 2018, o Novorizontino ainda passa pelo período de montagem do elenco para o estadual, com um perfil distinto do que será na disputa da Série D do Brasileiro, na sequência do ano.


“A preocupação inicial é a montagem do elenco para o Paulistão. A realidade financeira da Série D é completamente diferente, então a preocupação é montar uma equipe sólida para permanecer mais um ano no Paulista. Devemos ter de seis a sete peças que devem permanecer, mas teremos uma reconstrução para a Série D. Mesmo estando próxima a competição, a discrepância financeira é muito grande. Vamos viver duas competições distintas”, analisa.


Sob comando de Doriva, o Novorizontino deve dar início aos treinos visando o Campeonato Paulista no dia 11 de dezembro. Segundo Barbarotti, são 17 jogadores contratados até o momento. A ideia é ter todo o elenco à disposição na apresentação oficial para a pré-temporada.


A montagem do elenco, porém, passa por um problema identificado pelo dirigente: a concorrência do mercado. Com poucas peças interessantes e com valores altos pela falta de bons jogadores, Barbarotti admite que vive a maior dificuldade em montar um time nos quatro anos que comanda o futebol do Novorizontino.


“São poucas peças que chamam atenção e todo mundo quer esses jogadores. É um mercado que acaba se inflacionando, temos que nos reinventar. Monitoramos o país todo para tentar garimpar e achar jogadores mais baratos, que ainda não foram vistos por todos. É a minha quarta montagem de elenco no Novorizontino e tem sido a mais difícil, mas é um problema de todos”, explica.


Ciente dos problemas para montar um elenco competitivo, o grande objetivo do Novorizontino é garantir a permanência no estadual mais competitivo do país. Apesar disso, sonha com voos mais altos.


“Nosso objetivo principal é permanecer na primeira divisão, com dedicação total para podermos nos manter com o padrão financeiro que a competição nos dá. Depois disso, claro que queremos o mata-mata. Esse ano perdemos para o Palmeiras, queremos marcar o nome no futebol, mas o objetivo é a permanência na primeira divisão”, disse Barbarotti.


Ao contrário dos últimos anos, o Novorizontino terá em 2018 um calendário no segundo semestre. Após o estadual, o foco será na disputa da Série D do Campeonato Brasileiro, que terá um elenco completamente diferente do que irá disputar o Paulistão.


No Grupo C do Campeonato Paulista, ao lado de Palmeiras, São Bento e Ferroviária, o Novorizontino estreia na competição contra o Mirassol, no estádio Jorge Ismael De Biasi, em Novo Horizonte, no dia 17 de janeiro. Segundo o calendário da CBF, a Série D do Brasileiro deve ter início no fim de abril, com 16 datas e sem pausa durante a disputa da Copa do Mundo.


Doriva será o treinador do Novorizontino no Campeonato Paulista