terça, 23 de janeiro de 2018
área do assinante
13/01/2018 10:47

Dependente químico surta, esfaqueia sócio de clínica e tem morte suspeita

Polícia investiga as causas da morte de paciente, um mecânico de 27 anos, após atendimento de clínica de Fernandópolis; unidade de reabilitação não quis se pronunciar

Por Breno Guarnieri  


A Polícia Civil investiga as circunstâncias da morte do mecânico D.M.S., 27 anos, ocorrida na manhã do último sábado, 06, por volta das 5h10, oportunidade na qual o jovem, dependente químico, era atendido por uma equipe da Clínica Renovar Centro de Reabilitação Ltda/ME, situada às margens da Rodovia Euclides da Cunha (SP-320), em Fernandópolis.


Informações do boletim de ocorrência dão conta de que o atendimento, visando a internação do jovem, aconteceu em Mirassol/SP a pedido da sua própria mãe. Na oportunidade, D.M.S., ao notar a presença da equipe em sua residência, que divide com a genitora, ficou agressivo e reagiu à abordagem. Ele armou-se com uma faca e desferiu seis golpes em um dos sócios da clínica, que precisou de atendimento médico, tendo em vista que os golpes atingiram o peito, o pescoço e as costas. O profissional está internado em estado grave em um hospital de Rio Preto.


A CAMINHO DE FERNANDÓPOLIS

Ainda de acordo com a Polícia, após ferir o profissional, D.M.S. foi contido por outros três membros da equipe. O mecânico teve os punhos e tornozelos amarrados. Na ocasião, a mãe dele forneceu um lençol para também amarrá-lo. Em seguida, ele foi colocado em um automóvel e encaminhado à sede da clínica em Fernandópolis.


Segundo apurou a Reportagem de “O Extra.net”, durante o trajeto de Mirassol a Fernandópolis D.M.S. sofreu uma parada cardiorrespiratória. Ao chegar à clínica, um funcionário tentou reanimá-lo no banheiro até a chegada da equipe do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Após novas tentativas de reanimação, desta vez, em uma sala do imóvel, constatou-se que o paciente veio a óbito. A Reportagem entrou em contato com a direção da clínica em questão e foi informada de que a unidade não iria se pronunciar sobre o caso. 


SOB INVESTIGAÇÃO!

A Perícia Técnica compareceu ao local e todos os procedimentos de praxe foram tomados. O corpo de D.M.S. foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) e os exames que confirmarão as causas da morte ficarão prontos em alguns dias. O caso segue sob investigação. O jovem foi sepultado em Mirassol/SP no início da semana.


 Equipe do SAMU realizou tentativas de reanimação em paciente no interior da clínica