domingo, 25 de fevereiro de 2018
área do assinante
15/01/2018 09:35

Justiça ataca pedido do MP e bloqueia bens de Edson Gomes

Liminar também afeta o tesoureiro do município e outras 14 pessoas, segundo divulgação do MP.

Diário de Votuporanga 


O prefeito afastado de Ilha Solteira, Edson Gomes (PP), teve os bens bloqueados pela Justiça apedido do Ministério Público. A decisão publicada na quarta-feira (10), e divulgada nesta sexta-feira (12), determina também o bloqueio dos bens de outras 14 pessoas, entre elas o tesoureiro do município, Osvaldo Kfouri, que foi afastado do cargo.


O total de valores bloqueados chega a mais de R$ 2,2 milhões, segundo o MP. O pedido de afastamento e bloqueio de benshavia sido apresentado em uma ação civil por improbidade administrativa, instaurada a partir de uma investigação que apurou licitações de empresas contratadas pela prefeitura.


De acordo com o MP, após pesquisas realizadas no portal da transparência do Tribunal de Contas de São Paulo, foiconstatado que na última gestão do então prefeito Edson Gomes, entre 2009 e 2011, foram firmados contratos sem licitações cujos valores superam R$ 2 milhões.


 Ainda de acordo com a promotoria, algumas empresas que prestaram serviço ao município foram encerradas após o anode 2011, ou deixaram de executar algumas atividades.


Para o afastamento do tesoureiro de Ilha Solteira, a Justiça alegou que ele fez pagamentos antecipados às empresas participantes do esquema e que, em algumas ocasiões, a quantia era repassada a pessoas que não eram representantes legais das companhias.


PRISÃO

Edson Gomes coupreso de março a outubro de 2017, mas os ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) aceitaramos pedidos de liberdade dele.Também acataram o pedido de liberdade do ex-diretor de cultura do município, Nilson Miranda Nantes e de Uesley JânioSevero, empresário que teria participado de licitações com suspeita de fraudes.O STJ também impôs um afastamento de Edson Gomes no cargo de prefeito por até 180 dias. Ele, saiu da prisão mas nãovoltou a ocupar o cargo na prefeitura. Quem permanece no comando da cidade é o filho dele e vice-prefeito Otávio Gomes.



http://www.diariodevotuporanga.com.br/2018/01/13/justica-acata-pedido-do-mp-e-bloqueia-bens-de-edson-gomes/