domingo, 25 de fevereiro de 2018
área do assinante
16/01/2018 08:48

Vereadores receberão 'salário mínimo': economia de R$ 3 milhões

Da Redação 


Os vereadores de Fernandópolis estão preparando uma "resposta à população" após a grande polêmica que atingiu os Poderes Executivo e Legislativo com a aprovação do aumento salarial e a criação do 13º salário e férias remuneradas para prefeito, vice e secretários municipais, registrada no final do mês de dezembro. Aguardando a primeira sessão ordinária de 2018, que deverá acontecer dia 06 de fevereiro, a "resposta da Câmara" - como vem sendo chamado o referido projeto pelos corredores do Palácio 22 de Maio -, já tem algumas definições.


CRONOLOGIA E VALORES

Na última sexta-feira, 12, o vereador João Pedro, o "JP da Caixa", com apoio de Cidinho do Paraíso, protocolou o Projeto de Resolução nº 01/2018, fixando os subsídios dos vereadores para 3 salários mínimos, no valor de R$ 2.862,00. Vale lembrar que JP e Cidinho foram os únicos vereadores que votaram contra o aumento salarial e a criação de 13º e férias para prefeito, vice e secretários no ano passado. No entanto, o salário atual de vereador em Fernandópolis, na casa dos R$ 5 mil, deverá ser reduzido ainda mais. É que uma Emenda Modificativa foi protocolada ontem (15), no Palácio 22 de Maio, na qual está a proposta de se fixar os vencimentos mensais de vereador em apenas uma salário-mínimo, ou seja, R$ 954. Esta emenda está assinada por 9 vereadores: Murilo Jacob, Salvador, Janaína, Mileno, Zarola, Tonho Pintor, Ademir de Almeida, Gilberto Vian e conta com o apoio do presidente da Câmara, Étore Baroni. Estas mudanças salariais, se aprovadas, entrarão em vigor somente a partir da próxima eleição, ou seja, na Legislatura 2021-2024.


APOIO À EMENDA

Procurado pela Reportagem, João Pedro disse que apoiará a proposta dos 9 colegas de Legislativo. "Com certeza vou votar favorável à Emenda Modificativa, de um salário mínimo apenas. Temos que manter esse propósito, pois, se na Legislatura passada já tivessem votado um projeto semelhante a esse, nós teríamos uma economia significativa para os cofres públicos municipais. Não podemos voltar atrás dessa vez. Quanto protocolei o projeto para 3 salários mínimos já contava com o apoio do Cidinho, e é bom ver que agora a maioria esmagadora da Câmara está ao nosso lado", declarou João Pedro.


REDUÇÃO DE DESPESAS

Já são 11 votos favoráveis à redução do salário de vereador, somente Maiza Rio e Neide Garcia não foram localizadas pela Reportagem até o fechamento desta edição. Levando-se em consideração o valor do salário mínimo atual, a iniciativa dos vereadores fernandopolenses corresponderá a uma economia nas despesas do município superior a R$ 3 milhões entre os anos de 2021 e 2024.


Câmara Municipal prepara "resposta à população"