domingo, 25 de fevereiro de 2018
área do assinante
23/01/2018 15:16

Polícia autua canil por maus-tratos

Diário da Região 


Os animais foram encontrados doentes 



O dono de um canil às margens da BR-153 onde vivem 12 cães foi autuado pela Polícia Ambiental e pela Prefeitura de Rio Preto por suspeita de maus-tratos. Os animais estariam sendo usados para caçar javalis. Eles estavam doentes, foram apreendidos e levados para tratamento no Hospital Veterinário da Unirp.


Emerson Mioranci, tenente da Polícia Ambiental, afirma que os cães podem ser usados na caça de animais silvestres, mas é preciso que o tratador adote medidas de segurança e alimentação adequada deles. "Os animais doentes foram apreendidos e o criador, que foi encontrado em casa no bairro Boa Vista, foi autuado com advertência para que adote medidas para melhorar as condições do canil e sobrevivência dos cães" afirma o tenente.


Alguns animais tinham sinais de cinomose, doença altamente contagiosa provocada pelo vírus Canine Distemper Vírus ou Vírus da Cinomose Canina. Os sintomas são perda de apetite, corrimento ocular e nasal, vômito, diarreia e problemas nervosos como tiques e paralisias que podem provocar a morte.


Caso fiquem constatados os maus-tratos, o dono poderá ser multado em até R$ 6 mil, além de sofrer processo pela falta de cuidado com criação de cães. A situação do canil será monitorada pela Prefeitura.


Os policiais e equipe da Diretoria do Bem-Estar Animal localizaram o local a partir de uma denúncia anônima.