POLÍTICA

Santa-fé-sulense (e petista) dirige a Drads de Fernandópolis desde o início de Agosto

Santa-fé-sulense (e petista) dirige a Drads de Fernandópolis desde o início de Agosto

Certidão da Justiça Eleitoral ratifica filiação no PT. Dirigente foi nomeada pelo governador João Doria

Certidão da Justiça Eleitoral ratifica filiação no PT. Dirigente foi nomeada pelo governador João Doria

Publicada há 1 mês

Santa-fé-sulense (e petista) dirige a Drads local desde início de agosto

Maio de 2016. A tucana fernandopolense Flávia Resende, que comandava a Diretoria Regional de Assistência Social-Drads é, subitamente substituída no cargo pela votuporanguense Meire Regina, aparentemente sem justificativas plausíveis, causando enorme celeuma nos conterrâneos de Flávia, sobretudo nos filiados ao PSDB. Poucos dias após surge a versão de que a alteração partiu de indicação política do deputado estadual votuporanguense Carlão Pignatari (ele negou). Agosto de 2019, mais precisamente no dia 03, o Diário Oficial do Estado trouxe a nomeação da santa-fé-sulense Rosana Cardoso para a diretoria fernandopolense, sem que resultasse praticamente nenhum alarde. Até agora! Óbvio que nada contra nomeações de pessoas de outras cidades, mas será que em Fernandópolis não há uma digna alma habilitada para o cargo? E mais! Confirmamos oficialmente que Rosana é filiada - pasmem - ao PT. Desta vez acho que Pignatari foi longe demais!

Ainda sob administração judicial, FEF pode ter novo presidente na quarta

A Fundação Educacional de Fernandópolis-FEF, ainda sob a administração judicial em decorrência das repetidas fraudes cometidas por ex-diretores pode ter seu primeiro presidente eleito desde o afastamento de Paulo Nascimento. Trata-se do farmacêutico e professor Ocimar Castro, indicado pelo Conselho Docente (em uma votação que contou com outros quatro nomes). Como obteve mais de 60% dos votos, Castro agora deve passar pela aprovação do Conselho Curador, onde seu nome deve ser ratificado em novo escrutínio que ocorrerá na próxima quarta, 25. Informações extraoficiais colhidas pela Reportagem deste diário indicam que Ocimar é o nome escolhido pela Maçonaria e Clubes de Serviços e que sua nomeação é mera questão burocrática. Jesiel Bruzadelli de Macedo, aventado com força para compor a parte administrativa da nova direção negou qualquer participação. Novidade ou simples retorno? 


Imagem da Semana

2º maior, PTB agora quer a PrefeituraPronto para a guerra! Ele é, atualmente, o segundo maior partido registrado no município com 492 filiados e, em 2016, atuou ativamente no pleito municipal tendo o advogado Henri Dias como candidato a vice-prefeito na coligação encabeçada por Ana Bim-PSD. A nível nacional detém a sexta colocação com cerca de 1,2 milhão de agremiados e, conforme publicamos em maio passado, sob o comando do deputado estadual Campos Machado, pretende eleger ao menos 100 prefeitos e 600 vereadores no território paulista. E, dentre os 100 colégios eleitorais prioritários para o PTB está o fernandopolense. No último sábado, 14, o partido realizou uma campanha de filiação de novos membros, com a presença de diversos expoentes políticos e lideranças comunitárias. Especula-se que o partido terá candidatura própria a prefeito, surgindo como favorito para a disputa o ex-candidato a vice. O nome do vereador João Pedro também é especulado, aventando uma parceria com o edil Cidinho do Paraíso-PR. Outra possibilidade é o partido integrar uma coligação majoritária em posição secundária. Nessa hipótese, a probabilidade maior é que seja no polo oposicionista ao do governo municipal atual. Lembrando que, recentemente, o MDB declarou apoio público à recandidatura do prefeito André Pessuto. É apenas o início de uma maratona que terminará em outubro de 2020.


“Figurões” na mira da Federal

A próxima semana promete fortes emoções. Informações de bastidores indicam que a Polícia Federal jalesense deve iniciar a oitiva de alguns expoentes fernandopolenses que foram citados ou surgiram de forma espontânea nas investigações da Operação Vagatomia. A princípio, ao menos três “figurões” devem prestar depoimentos, na qualidade de “convidados”, pois ainda não há provas que os habilitem a se tornarem réus ou acusados, como outros já o foram.

Pode virar nova bomba na cidade

Caso os investigadores federais se deem por satisfeitos com as explicações, tudo bem. O problema está na outra hipótese: deles considerarem os esclarecimentos insuficientes. Aqui, de “convidados” podem se transformar em “indiciados” e, pela envergadura de suas reputações na cidade, virar um escândalo homérico. Desse rol fazem parte um servidor público estadual; um político e um grande empresário ligado a um clube de serviços.


Catelani: o fim de um mito (ou não)?A notícia exclusiva publicada em nosso site na quarta, 18, confirmando a prisão do empresário Antonio Catelani em Goiás, por crime tributário, representou um grande baque Figurando no polo ativo ou passivo (maioria absoluta) em 77 processos, ele já foi um dos principais empreendedores, dirigindo o Água Viva, a WTW e a Plástic Taq, chegando a presidir a Exposição de 2004 e ter o nome cotado como prefeiturável.


O “homem” do TrânsitoPontos e prazo de validade da CNH, multas e atualização do CTB: nas mãos de Motta. Na foto, o vereador Murilo Jacob, Motta e a sindicalista Rosana Alarcon. Foto: Arquivo O Extra.net

Deputado federal debutante, eleito com 75.218 votos, 405 dos quais provenientes de eleitores fernandopolenses, onde foi o nono mais votado, Luiz Carlos Motta-PL, radicado em Rio Preto e com atuação na região, foi escolhido o presidente da Comissão Especial que analisa alterações no Código de Trânsito Brasileiro-CTB. Dentre as principais mudanças está a elevação de 20 para 40 pontos para a decretação da suspensão da Carteira de Habilitação; o aumento de sua validade para 10 anos; mudanças nas multas e nos valores. O CTB não é modificado há mais de 20 anos e sua revisão é uma das promessas de campanha do presidente Jair Bolsonaro. Esta será a primeira atuação de maior visibilidade de Motta no Congresso (na foto com o vereador Murilo Jacob e a sindicalista Rosana Alarcon), que em maio do ano passado recebeu o título de “Cidadão Fernandopolense”.


Só Fernandópolis e mais 19 no país

Um singelo “selo” que pode representar uma enorme mudança na geração de novos empregos e no crescimento da economia local. Eis o Serviço de Inspeção Municipal-SIM, aprovado na última quinta, 19, para os municípios de Fernandópolis e de Florianópolis-SC, o qual permite que empresas homologadas para vender produtos de origem animal aqui, o possa fazer em todo Brasil. Apenas 20 municípios do país possuem essa equivalência.

Euclides da Cunha “espanholizada”?

Que a SP-320, a rodovia Euclides da Cunha, que se inicia em Mirassol e termina em Rubinéia, na fronteira com MS, será privatizada brevemente (e, por consequência, pedagiada), todos nós já sabemos. A novidade é que nesta semana o vice-governador Rodrigo Garcia-DEM peregrinou pela Europa, mais especificamente Madri, onde participou de reuniões com interessados em investirem no programa de privatização da malha paulista. Acelera?


R$ 2,5 milhões para aeroportoO Aeroporto Estadual Domingos Pignatari de Votuporanga deve receber obras de R$ 2,5 milhões, informou o deputado Carlão Pignatari. O recurso provém do governo estadual e será utilizado na pavimentação, terraplanagem e completa reforma da pista asfáltica. Com o recurso, o aeroporto poderá operar até sete frequências semanais de aeronaves categoria 3C (até Boeing 737). A expectativa é de que Votuporanga, junto com São Carlos e Ribeirão Preto, recebem voos regulares da Passaredo em breve. 




Maconha: libera ou não, eis a questãoO deputado fernandopolense é o autor de uma proposta interessante. Quer a realização de uma audiência pública na Câmara dos Deputados reunindo especialistas favoráveis e contrários à liberação do plantio de maconha para fins medicinais. Afirmando que nem ele mesmo tem uma opinião formada sobre o tema, Fausto Pinato alertou: não estou falando na liberação de drogas. Apenas debatendo a finalidade medicinal.  


Frase da Semana:

“Dois eventos praticamente impossíveis na mesma notícia: ganhar sozinho na Mega-Sena e petista ficar milionário sem roubar...”.

Do atual ministro da Educação Abraham Weintraub, comentando sobre o grupo de assessores e funcionários do PT de Brasília que faturaram R$ 120 milhões na Mega-Sena acumulada. Um dos ganhadores - um motorista - continua trabalhando.


Brasil & Mundo

Restrições ao álcool, ao cigarro e plásticoVereadores de São Paulo aprovaram e agora está nas mãos do prefeito Bruno Covas a ampliação de restrições contra os três produtos. Cigarros não poderiam ser vendidos em padarias e supermercados e bebidas com álcool nos postos de combustível. Plásticos descartáveis proibidos em todo comércio da capital.

#EstouComBolsonaro: militância pró-presidente cria cadastro de apoio para atuar em redes sociaisLideranças bolsonaristas lançaram no início desta semana um movimento de apoio ao presidente. Ele funciona através de um cadastro onde o apoiador fornece alguns dados e passa a ter acesso a material para divulgação em redes sociais. Uma hashtag (#EstouComBolsonaro) lançada na segunda-feira, 16, ficou entre os assuntos mais comentados no Twitter. O movimento tem o apoio de seus filhos e do mentor intelectual Olavo de Carvalho, além de outros políticos governistas e é visto como uma tentativa de unificação da base diante da ameaça de racha na agenda de combate à corrupção. 

Líder de governo: propinas de R$ 5,5 miE o senador Fernando Bezerra-MDB foi alvo de operação da Polícia Federal, acusado de desviar cerca de R$ 5,5 milhões quando era ministro da Integração Nacional. Seu filho, que é deputado federal, também está incluso. Coincidentemente, o senador é líder do governo Bolsonaro na Casa Federal.

Governador quer o fim da visita íntimaO governador do Rio Wilson Witzel-PSC, que também é juiz aposentado, defendeu o fim das visitas íntimas aos presos. Além disso, Witzel quer um endurecimento das penas e afirmou que construirá mais cinco presídios verticais no Estado. Ele já é cotado para a sucessão de Bolsonaro.



últimas