ENTRELINHAS

Para ajudar o comércio local, Prefeitura adianta o pagamento do 13º de dezembro

Para ajudar o comércio local, Prefeitura adianta o pagamento do 13º de dezembro

Ação injetou R$ 2,9 milhões no comércio, a maior parte, dentro da cidade

Ação injetou R$ 2,9 milhões no comércio, a maior parte, dentro da cidade

Publicada há 3 semanas


Da Coluna Entrelinhas


Os cães ladram, a caravana passa e o futuro certamente saberá os distinguir

Prega um antiquíssimo dito popular árabe que “enquanto os cães ladram a caravana passa” e, nesse singular momento por que passamos, ele parece relatar, com exatidão, a situação por nós vivenciada. Parodiando-a, enquanto algumas gestões públicas de órgãos federais, estaduais, municipais e até associativistas e classistas, ficam proclamando teorias inúteis em discursos uníssonos só para seus seguidores de redes sociais, sem apresentar um resultado prático que implique em melhorias efetivas para a população em geral e, neste caso específico, para o importantíssimo setor econômico empresarial e comercial, sobretudo o de pequeno e médio porte (que são a maioria), outros, felizmente, surgem com soluções criativas e que geram resultados. E uma administração municipal - tanto legislativa como executiva - vem se destacando na região e cá merece ser exaltada: a da estância turística de Santa Fé do Sul.


Para ajudar o comércio local, Prefeitura adianta pagamento do 13º de dezembro

Pois após os legisladores de lá, já no mês de Março, quando o coronavírus ainda engatinhava na região, tomarem a iniciativa inédita de doarem R$ 345 mil para a aquisição de 14 respiradores (dinheiro originalmente destinado à reforma no prédio da Câmara Municipal), numa ação inspiradora de muitas outras similares na região, eis que agora a lição emanou do Executivo. Ontem, sexta-feira, 19, o prefeito Ademir Maschio antecipou o pagamento da primeira parcela do 13º salário de todos os servidores públicos municipais. E tem mais! A ação foi seguida  Fundação Municipal de Educação e Cultura (FUNEC), que é a Mantenedora do Centro Universitário Unifunec, e as autarquias SAAE Ambiental e o Instituto de Previdência Municipal. O resultado foi a injeção na economia municipal de R$ 2,9 milhões. Óbvio que não aportará no comércio local a totalidade, mas que o ajudará, e muito, não há dúvidas.


Em meio à polêmicas - sonegação e fake news - mais uma Havan na região Após a inauguração da unidade votuporanguense há pouco mais de um ano, eis que o empresário Luciano Hang (foto/redes sociais), apoiador incondicional do presidente Jair Bolsonaro prepara nova incursão na região. Desta vez na cidade de Catanduva que deve, brevemente, receber mais uma unidade do departamento varejista. O planejamento atual aponta para inauguração em cerca de 40 dias, sendo que o empresário, acusado pela Justiça Federal de envolvimento no financiamento de fake news e pela Receita Federal de sonegação de R$ 2,4 milhões, esteve na cidade na última quarta-feira, 17, conferindo o andamento das obras. O investimento estimado é de R$ 25 milhões e a unidade Havan Catanduva deve gerar cerca de 150 postos de trabalho diretos. 


A precisão cirúrgica das incursões de recape de André Pessuto: nos redutos!Prefeito Pessuto durante vistoria a uma das obras de recapeamento. Foto: Secom Prefeitura de Fernandópolis

Pode ser mera coincidência; pode também ser que não. Podem ser escolhas absolutamente técnicas e baseadas em dados incontestáveis; também pode ser que haja influência de algum publicitário e/ou analista político com uma visão mais aguçada. Enfim, seja qual for o fundamento majoritário (ou a combinação de todos eles), certo é que especialistas mais ambientados com a política de Fernandópolis já se ativeram para a sincronia entre as áreas escolhidas para receber o programa de recape e asfaltamento da Prefeitura e os dados políticos/eleitorais neles encontrados.

Simplificando a equação. Grande parte dos locais delineados - Jardim Araguaia, Terra das Paineiras, Parque Universitário, Jardim Uirapuru... - são (ou eram) redutos eleitorais da ex-prefeita Ana Bim e com forte tendência oposicionista às pretensões de reeleição do atual prefeito.

Quem é competente e trabalha com pesquisas bem sabe o que tais ações significam.


CPI da Merenda: após condenação criminal, Justiça confirma sentenças cíveisA prefeita Ana Bim em foto de arquivo. Fonte: Jornal O Extra.net

Se recorda daquela Comissão Parlamentar de Inquérito-CPI instalada em 2015 contra a ex-prefeita Ana Bim, acusado-a de desvios de até R$ 600 mil na aquisição de produtos da merenda escolar municipal?

Se recorda também que a ex-prefeita, afirmando ser perseguição política e que fora vítima de vários insultos, recorreu à Justiça e o Ministério Público Estadual, encampando suas argumentações, processou e obteve, em 2017 a condenação criminal do ex-vereador Rogério Chamel e de um jornalista, submetendo-os a dois anos e dois meses de reclusão em regime inicial aberto?

Pois nesta semana transitou em julgado a sentença cível, com decisão bem similar à criminal.

O ex-parlamentar tem os direitos políticos suspensos por 3 anos; perde função pública exercida (caso a tenha); terá que pagar multa civil no equivalente a 5 vezes a remuneração percebida por um vereador fernandopolense e está proibido de contratar com o poder público ou dele receber subvenções e incentivos.

O jornalista foi incurso nas mesmas penas, com a agravante de proibição de contratar e receber incentivos com o poder público ainda que por interposta pessoa.


Absolvições também houveram: Gustavo Pinato, Chico Arouca, Ricardo Franco e Sérgio Guimarães (in memoriam) 

Acusados em comum com os dois supra citados, o então vereador e atual vice-prefeito Gustavo Pinato; o ex-vereador e secretário municipal de Obras Chico Arouca; o advogado e ex-candidato a prefeito Ricardo Franco e o advogado falecido Sérgio Guimarães, foram absolvidos na esfera cível. Eles já haviam recebido tais sentenças na criminal, fundadas na ausência de ilícito, falta de comprovação delitiva ou de autoria.

O detalhe é que aqui (no juízo criminal) ainda não houve o trânsito em julgado da sentença como lá, no cível.


- Os erros crassos da presidência - E o deputado federal Fausto Pinato-PP divulgou um artigo denominado "Erros crassos da presidência". Nele bate pesado em Bolsonaro, constatando o que, ao seu ver são desacertos graves. Dentre eles estão emparedar os poderes Judiciário e Legislativo; o Gabinete do Ódio; a interferência nos trabalhos da Polícia Federal, dentre outros. 

- Que fase! Pandemia expõe prefeito de Estrela - Com 04 óbitos, além de 82 casos positivos, 14 suspeitos e outros 06 em monitoramento domiciliar com síndromes gripais (dados de sexta-feira, 19), o município de Estrela D´Oeste, com 8, 4 mil habitantes, segue a sina de ser o recordista regional em casos positivos de coronavírus (proporcionalmente à população). A última do prefeito Barão Lopes foi confirmar a testagem em todos os funcionários do frigorífico situado na cidade e que se tornou um epicentro do vírus na região. De todos em termos! Somente dos residentes em Estrela e com custos supostamente bancados pela Prefeitura.

- Sufocando a Santa Casa de Fernandópolis - Os pacientes estrelenses, de tão altos índices e sem culpa alguma, estão provocando o "sufocamento" dos leitos destinados à Covid-19 em Fernandópolis. E o pior: o governo municipal não colaborou financeiramente com um único centavo sequer para o custeio da irmandade. A Santa Casa conta com auxílio financeiro de 10 municípios circunvizinhos para a manutenção de suas atividades. A 11ª cidade seria Estrela D´Oeste. A Santa Casa de Estrela D´Oeste, isoladamente, anunciou a doação de R$ 50 mil, em medicamentos para a congênere.

- E ele estava indo até bem! - O contencioso estabelecido em Estrela e que coloca o atual prefeito no epicentro chegou a surpreender. Afinal Barão Lopes vinha numa crescente política, com aprovação administrativa de 58%, conforme pesquisa quantitativa divulgada pelo "O Extra.net" em 21 de dezembro passado. Com a Eleição 2020 batendo às portas, fica a dúvida quanto à recuperação a tempo de concorrer com força.

- Sem rebaixamento, apesar do temor! - O governador João Doria confirmou ontem, 19, a manutenção da região na Fase 2 do Plano SP de Combate à Covid-19. Com a medida, o comércio não essencial continua a funcionar, mas bares e restaurantes ficam sem poder realizar atendimento presencial até, pelo menos o dia 29. O receio - até que fundado face aos índices recentes - era de um rebaixamento para a Fase 1, similarmente ao ocorrido com Barretos e Olímpia.

- Do lado de fora! - E, aos poucos, os quadros sucessórios começam a serem delineados na região. Em coluna pretérita afirmamos que ao menos três prefeitos já haviam desistido da tentadora reeleição. O número pode chegar, nos próximos dias, a cinco. Agora, foi a vez de não detentores de mandatos cravarem desistências. A mais contundente foi de Júnior Marão em Votuporanga, favoritaço. Quem deve assumir a vaga é o ex-secretário municipal Jorge Seba-PSDB com Cabo Valter-MDB (ex-assessor de Carlão Pignatari) de vice. Em Rio Preto, o ex-petista João Paulo Rillo-PSOL, também declarou sua ausência na disputa com Edinho Araújo.

Salarinho de R$ 115,8 mil por mês para Weintraub - O mandato de diretor-executivo do conselho administrativo do Banco Mundial para o qual foi indicado o ex-ministro da educação Abraham Weintraub tem salário de US$ 258.570, o equivalente a R$ 115,8 mil mensais sem 13 º —cerca de R$ 1,3 milhão por ano. O valor é mais de três vezes o salário de ministro, de R$ 31 mil. Que prêmio de consolação!


Da ex-presidente da Associação Comercial e Industrial de Rio Preto, em entrevista à TV Câmara na quinta-feira, 18, questionando os critérios sanitários que permitem superlotações em supermercados e não permitem atendimento individual em um cabeleireiro. Ela também afirmou que não se pode culpar os comerciantes pela pandemia da cidade e questionou os empréstimos anunciados pelo governo federal que empacam na burocracia do sistema bancário.



últimas