ENTRELINHAS

Bolsonaro estável: nem para mais nem para menos

Bolsonaro estável: nem para mais nem para menos

Pesquisa traz boa e também má notícia para os governistas

Pesquisa traz boa e também má notícia para os governistas

Publicada há 1 semana

Bolsonaro estável: nem para mais nem para menosBoa e também má notícia para os governistas. Primeiro vamos à boa. Pesquisa DataFolha divulgada na sexta, 26, mostrou que a queda dos índices do presidente Jair Bolsonaro (foto: Adriano Machado/Reuters), aparentemente, acabou. Mesmo com a coleta dos dados posterior à prisão do ex-assessor da família Fabrício Queiroz, o que representaria uma tendência de queda, sua aprovação praticamente manteve-se estável, flutuando dentro da margem de erro e ficou em 32% (contra 33% em maio); a rejeição passou de 43% para 44% e avaliaram como regular 23% (antes eram 22%). Aparentemente estancada a sangria. 

Agora a má! Com esse índice ele não conseguirá ser reeleito em 2022, embora deva ser suficiente para levá-lo ao Segundo Turno. E tem mais! Segmentando o levantamento, Bolsonaro caiu em praticamente todas as camadas econômicas pesquisadas, exceto nas classes “D” e “E”. Fruto do Auxílio Emergencial que tem prazo certo para acabar.


Quer ler a Coluna Entrelinhas na íntegra? Clique aqui. 


últimas