POLÍCIA

Júri popular de acusados de assassinar advogado votuporanguense é marcado

Júri popular de acusados de assassinar advogado votuporanguense é marcado

O caso aconteceu em julho de 2017; a vítima foi morta com um tiro na nuca

O caso aconteceu em julho de 2017; a vítima foi morta com um tiro na nuca

Publicada há 1 mês

Thui foi assassinado em julho de 2017 em São José do Rio Preto - Foto: Arquivo Pessoal

Da Redação

Foi marcado pela Justiça, o júri popular dos dois homens acusados de assassinar o advogado votuporanguense José Arthur Vanzella Seba. Thui, como era conhecido, foi assassinado em julho de 2017 com um tiro na nuca em São José do Rio Preto.

O assassino de aluguel Keyssel Eduardo de Oliveira e o mandante do crime e ex-sócio da vítima Cláudio Yuti Baptista serão julgados em 15 de outubro no Fórum de Rio Preto. Os dois foram presos em gosto de 2017, cerca de um mês após o crime. Ambos foram denunciados pelo Ministério Público Federal por homicídio qualificado.

Relembre o Caso

Segundo a Polícia Civil, José Arthur Vanzella Sebba foi junto com o sócio Cláudio Yuri Baptista ver um terreno para comprar, ao chegar no local, Thui foi assassinado com um tiro na nuca por Keyssel Eduardo de Oliveira.

Segundo a promotoria, Cláudio pagou R$ 50 mil para Keyssel realizar o assassinato de seu sócio. A motivação do crime seriam três apólices de seguro de vida da vítima que tinham Cláudio como beneficiário

últimas