POLÍTICA

A 3ª Lei de Newton e o deputado fura fila Itamar Borges

A 3ª Lei de Newton e o deputado fura fila Itamar Borges

Confira também: Absolvido, Pessuto recorrerá de decisão contra comissionados

Confira também: Absolvido, Pessuto recorrerá de decisão contra comissionados

Publicada há 2 semanas


A 3ª Lei de Newton e o deputado fura fila Itamar Borges

Administrador Marcus Chaer e deputado Itamar: fúria de companheiros federais e estaduais pela divulgação antecipada. Imagem: Facebook

Que desagradável!

A frase, inicialmente utilizada apenas no meio desportivo pelo narrador João Guilherme, do Sportv, viralizou e se tornou até nome de programa no canal esportivo da Globo.

Pois sua repetição foi o que mais se ouviu na noite da última quarta-feira, 24 (para dizermos o mínimo e sermos bem educados), após a divulgação, pelo deputado estadual Itamar Borges (MDB), em suas redes sociais, de um post onde afirmava que, após reunião com o provedor da Santa Casa de Fernandópolis Marcus Chaer, conseguira com que a entidade recebesse os R$ 2,9 milhões repassados pelo governo federal e infundadamente retidos no Estado.

As palavras utilizadas e a ênfase empregada por Borges no post claramente remetia a pseudo conquista para debaixo de suas asas. Popularmente, ele imputou-se o salvador da pátria (confira no Facebook clicando aqui).

E mais!

De modo quase que exclusivo.

Eis o problema!

Seu ato provocou a ira de vários deputados - federais e estaduais - que, na real, já buscavam destravar o dinheiro fernandopolense.

Fausto Pinato e Geninho Zuliani moveram, dantes de Itamar, os pauzinhos junto à autoridades estaduais e detinham a promessa de liberação para esta semana; Carlão Pignatari, do alto da presidência da Assembleia Paulista, já tinha obtido compromisso similar; a influente Analice Fernandes idem. E todos, juntos ao Executivo Municipal e membros do Legislativo, haviam combinado anunciar o fato, em alto e bom tom. Com um detalhe: conjuntamente. Itamar estaria incluso nesse rol.

Daí a imensa repulsa à atitude de Itamar, a nós remetida, pessoalmente por essas e outras autoridades, ou através de seus legítimos assessores.

Ressaltando que o MDB faz parte do grupo de partidos que apoiaram a reeleição de Pessuto e tem cadeira em secretária municipal.

Por outro lado, brotou desconfiança de que Itamar possa pleitear uma vaga na Câmara dos Deputados e entrar na disputa contra Pinato pela mesma região e, simplesmente, teria antecipado a ruptura. Ou seja, de que a atitude fora planejada e não fruto de ato impensado.

Mas como há a Terceira Lei de Newton, também é factível imaginarmos que a precipitação de Itamar possa ter feito surgir um concorrente - e dos fortes - para o próximo ano, a impedir, ou ao menos dificultar, sua reeleição.

Aguardemos.

PS: A terceira lei de Newton, conhecida como Lei da Ação e Reação, afirma que, para toda força de ação que é aplicada a um corpo, surge uma força de reação em um corpo diferente. As forças de ação e reação possuem intensidades iguais, sentidos opostos e atuam em corpos diferentes.

Absolvido, Pessuto recorrerá de decisão contra comissionados

O juiz Renato Soares, da 3ª Vara Cível de Fernandópolis. Foto: Arquivo/Jornal O Extra.net

E prolatada fora a sentença do juiz Renato Soares referente a Ação Civil Pública movida pelo promotor de Justiça Daniel Azadinho contra a administração municipal fernandopolense e o prefeito André Pessuto (DEM) (clique aqui para relembrar).

Tornada pública na quinta, 26, a decisão pode ser dividida em duas partes, essencialmente:

  • na primeira há sentença judicial imputando de irregular a criação de 164 cargos no governo municipal (dentre eles cargos de assessor pedagógico, de chefe de seção, de diretor de divisão e de gerente). Soares determina que tais servidores sejam exonerados (se não ocupam as vagas sob outra investidura, tal como concurso público em outra função), mas determina que tal ato ocorra somente após o transito em julgado da sentença;
  • na outra, a conduta do prefeito André Pessuto, denunciado por improbidade administrativa, foi julgada como lícita, por, no entender do magistrado, ter preenchido e nomeado agentes públicos para cargos existentes e aprovados mediante legislação específica.

A administração municipal já confirmou que irá apresentar recurso parcial contra contra a sentença de 1ª instância - no tocante às demissões - junto ao Tribunal de Justiça da capital.

Proposta em Julho passado, próxima ao período eleitoral, a denúncia ministerial fora motivo de euforia no meio oposicionista e utilizada em diversas fases da campanha, principalmente em redes sociais.

O Ministério Público Estadual, através do promotor subscritor da ação, também pode pedir a revisão da decisão, e, muito provavelmente o fará, só que contrariamente ao pedido de Pessuto, ou seja, acatando a parte funcional e atacando a parte relativa à improbidade administrativa.

Os destaques da Coluna nesta semana:

- BB fecha agência em Fernandópolis (clique aqui para acessar a publicação original)

A partir de terça, 30, a agência do Banco Brasil situada na Avenida Amadeu Bizelli será desativada. Contas e serviços já estão migrando para a unidade da Rua Rio de Janeiro e bancários para diversas cidades da região. O plano do governo federal é extirpar 361 agências e demitir mais de 5 mil funcionários para economizar R$ 10 bilhões até 2025. Em 2020 o BB deu lucro líquido de R$ 13,9 bilhões. Contabilizando o provisionamento feito devido à pandemia, o valor sobe para R$ 42 bilhões.

- Santa Casa deve receber os R$ 2,9 milhões atrasados (clique aqui para acessar a publicação original)

Cadê os R$ 2,9 milhões da Santa Casa?

Eis a indagação que dominou a semana e que ao final da tarde de quinta-feira, 25, fora respondida: estavam nas contas do Estado de SP.

Pois um intenso movimento político foi deflagrado para, ao final, volver o valor para onde deveria ter ingressado há tempos, similarmente ao ocorrido nas demais unidades de saúde da região.

O Iamspe também aumentou o teto para atendimento na Santa Casa de Fernandópolis, passando de R$ 1,2 milhão anual para R$ 2,4 milhões/ano.

- Votuporanga anuncia Hospital de Campanha. O perdido por Fernandópolis? (clique aqui para acessar a publicação original)

O município vizinho confirmou a instalação de um Hospital de Campanha exclusivo para combate ao Coronavírus com 23 leitos e UTI´s.

Ele será provisoriamente instalado no estacionamento da Santa Casa e as obras já começaram.

A indagação restante é se tal unidade é a mesma que seria destinada à Fernandópolis e que seria abrigada no Centro de Reabilitação Lucy Montoro? Quase que certamente a resposta é positiva.

Lembrando que a Santa Casa de Fernandópolis possui todas as instalações físicas já prontas para abrigar tal volume de leitos, mas, face à intervenção judicial, fora preterida.

Na tarde de ontem, o vice-prefeito de Votuporanga Cabo Valter divulgou vídeo afirmando que o hospital é desvinculado com a unidade perdida por Fernandópolis e montado com recursos próprios e doações de empresas.

CPI da Covid-19?

Pesquisa Exame/Ideia apontou que para 91% dos brasileiros, o sistema de saúde brasileiro está em colapso e 71% acham que a gestão da crise sanitária pelo governo deve ser alvo de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). O agravamento da situação – dos brasileiros e de Bolsonaro – é inegável.

Votuporanga: Luto Oficial por 200 mortes

E o prefeito Jorge Seba (PSDB) decretou luto oficial por três dias pelos mais de 200 óbitos na cidade, válido a partir de sexta, 26. Neste período, em respeito a todos os familiares que estão em luto por seus entes que perderam a vida lutando contra o vírus, as bandeiras ficarão hasteadas até meio mastro.

Macedônia e ACIF também contribuem 

A Prefeitura Municipal de Macedônia, através do alcaide Reginaldo Marcomini (PSD) confirmou que irá destinar R$ 42 mil para a Santa Casa de Fernandópolis. Um projeto de com tal destinação já foi enviado à Câmara de Vereadores. A Associação Comercial e Industrial de Fernandópolis (ACIF) também confirmou a destinação de medicamentos no valor de R$ 43 mil para a entidade de saúde, sendo que a campanha “RespirAção” já arrecadou, até ontem, pouco mais de R$ 93 mil.

Fase emergencial prorrogada

E o Governo de SP prorrogou ontem, 26 a Fase Emergencial de enfrentamento à Pandemia do Coronavírus até o dia 11. As medidas mais rígidas de restrição de circulação e atividades estão em vigor nas 645 cidades do estado para frear o aumento de casos e mortes por COVID-19 e reduzir a sobrecarga em hospitais públicos e particulares. Os jogos do Campeonato Paulista continuam paralisados.

Jales e Ouroeste: medidas em prol dos contribuintes

Os prefeitos Luis Henrique Moreira (PSDB) e Alex Sakata (PP) apresentaram medidas que beneficiam os contribuintes de Jales e Ouroeste, respectivamente. Na primeira há a prorrogação do vencimento do ISSQN e da Taxa de Fiscalização e Funcionamento para até o dia 10 de Setembro; na segunda Sakata foi ainda mais longe: instituiu um Refis Municipal que vai até o dia 22 de Junho e permite o pagamento de tributos parceladamente ou, à vista, com desconto de até 90% nos juros e multas.

27 de março é o 86.º dia do ano no calendário gregoriano (87.º em anos bissextos). Faltam 279 para acabar o ano. É o Dia Mundial do Teatro e o Nacional do Circo

Acontecimentos:

1309 — Papa Clemente V excomunga Veneza e toda a sua população.

1625 — Carlos I ascende ao trono da Inglaterra, Escócia e Irlanda e reivindica também o título de Rei da França.

1794 — O Governo Federal dos Estados Unidos cria permanentemente a Marinha dos Estados Unidos e autoriza a construção de seis fragatas.

1886 — O famoso guerreiro apache, Gerônimo, rende-se ao Exército dos Estados Unidos, terminando a fase principal das Guerras Apache.

1965 — Inaugurada a Ponte Internacional da Amizade (foto abaixo) ligando a cidade de Foz do Iguaçu, Brasil e Ciudad del Este, Paraguai, passando sobre o rio Paraná.

1966 — A Taça Jules Rimet, que havia sido roubada em Londres, é encontrada enrolada em jornais por um senhor de nome David Corbette que passeava com seu cão numa praça do Sul da capital inglesa.

1973 — Marlon Brando recusa o Oscar de melhor ator no filme The Godfather por discordar do tratamento dado pelo cinema, televisão e pelo seu país aos índios Sioux.

1977 — Desastre aéreo de Tenerife: dois Boeing 747 colidem durante um nevoeiro na pista de Tenerife, nas Ilhas Canárias, matando 583 pessoas.

1998 — O Food and Drug Administration aprova o Viagra para o uso como um tratamento para a impotência masculina, a primeira pílula a ser aprovada com esta finalidade nos Estados Unidos.

Nascimentos:

150 — Tibério Cláudio Candido, general e político romano (m. 205).

1323 — Ana da Boêmia, Duquesa da Áustria (m. 1338).

1416 — Francisco de Paula, santo italiano (m. 1507).

1797 — Alfred de Vigny, escritor francês (m. 1863).

1863 — Henry Royce, empresário britânico (m. 1933).

1875 — Albert Marquet, pintor francês (m. 1947).

1880 — Henrique Rupp Júnior, político brasileiro (m. 1959).

1898 — Heitor Barcelos Collet, político brasileiro (m. 1974).

1932 — Roberto Farias, cineasta brasileiro (m. 2018) e Bernardo Cabral, político brasileiro.

1943 — Francisco Mendes de Melo, político brasileiro.

1960 — Renato Russo (foto abaixo), cantor e compositor brasileiro (m. 1996).

1963 — Quentin Tarantino, diretor, ator, escritor e produtor estado-unidense.

1970 — Mariah Carey, cantora e compositora estado-unidense.

1975 — Fergie, cantora estado-unidense.

1986 — Manuel Neuer, futebolista alemão.

Falecimentos:

1378 — Papa Gregório XI (n. 1336).

1615 — Margarida de Valois, nobre francesa (n. 1553).

1625 — Jaime VI da Escócia e I de Inglaterra (n. 1566).

1853 — José Pereira Sarmento, político brasileiro (n. 1787).

1867 — João José de Oliveira Junqueira, político brasileiro (n. 1800).

1877 — José Manuel da Silva, político brasileiro (n. 1793).

1881 — Bento Martins de Meneses, militar brasileiro (n. 1818).

1898 — Francisca de Bragança, Princesa do Brasil (n. 1824).

1916 — Artur Orlando da Silva, político, jurista e ensaísta brasileiro (n. 1858).

2009 — Moacyr de Góes, escritor e político brasileiro (n. 1930).

2012 — Ademilde Fonseca, cantora brasileira (n. 1921) e Millôr Fernandes (foto abaixo), desenhista, humorista e dramaturgo brasileiro (n. 1923).

últimas