NA JUSTIÇA

Mirassolense processado por Xuxa diz defender a agropecuária

Mirassolense processado por Xuxa diz defender a agropecuária

Supostas ofensas e vídeo já foram apagadas das redes sociais; processo em sigilo de Justiça

Supostas ofensas e vídeo já foram apagadas das redes sociais; processo em sigilo de Justiça

Publicada há 3 semanas

Adriano Caruso é o mirassolense que está sendo processado pela 'Rainha dos Baixinhos'. Imagem: YouTube

Da Redação/DL News/Maria Elena Covre e Milton Rodrigues

"Só estava defendendo nossa agropecuária", diz mirassolense processado por Xuxa

Adriano Caruso, o mirassolense alvo de uma queixa-crime por injúria impetrada pela apresentadora Xuxa Meneguel, disse em entrevista exclusiva ao DLNews, que "estava apenas defendendo a agropecuária brasileira” no vídeo que desagradou a eterna "rainha dos baixinhos” a ponto de a celebridade colocar seus advogados em ação.  

Estilão 1

Caruso é do tipo que aparece o tempo todo em vídeos nas redes sociais, incluindo seu canal no YouTube, com um chapéu de peão enfiado na cabeça, cinturão com fivela, calça jeans apertada e camisa de manda longa. Ao figurino, soma-se uma fala propositadamente acaipirada, de voz grossa, sempre acima do tom e geralmente proferindo discursos irados, especialmente contra os detratores daquilo que ele defende. Qualquer semelhança com o modo bolsonarita-raiz de ser não é mera coincidência. Basta olhar suas contas na web. 

Estilão 2

Apesar do estilão "fazendeiro”, ele se apresenta como consultor para o setor do agronegócios e fundador do grupo G-Agro que, segundo o próprio, reúne agropecuaristas em todo o Brasil. "Sou um nome nacionalmente conhecido no meio”, afirmou. 

’Fui um pouco brusco’

"Ela (Xuxa) gravou um vídeo em espanhol com imagens feitas por drone sobre uma granja de suínos, dizendo que existe maus-tratos aos animais. Nada prova de que o local é no Brasil. Mas isso denigre o produtor brasileiro, um setor que carrega o País nas costas. Eu me revoltei e fiz outro filme retrucando. Só que fui um pouco brusco”, diz ele. "A Xuxa e outros artistas são militantes desse negócio de não comer carne. Fala o que quer e não quer ouvir. Tanto que você sabe, ela processa todo mundo”, completa ele, que já apagou o vídeo que lhe rendeu o processo. 

Viralizaram

Adriano conta, no entanto, que suas críticas um ’pouco bruscas’ caíram no gosto de outros influencers e youtubers "de direita” , viralizando nas redes sociais. "Não pelo meu canal, mas, devido ao fato desse pessoal ter replicado, deu mais de 286milhões de visualizações em várias lugares do mundo”, diz ele. O consultor diz que seu advogado é de Ribeirão Preto e que está sendo pago por "pessoas do agronegócios”. 

Entenda o caso 1

A apresentadora Xuxa Meneghel, eterna "rainha dos baixinhos", entrou com queixa-crime por injúria contra um cidadão mirassolense por supostas ofensas na rede social Instagram. A ação foi redistribuída para a Comarca de Mirassol, de onde partiram as alegadas ofensas.

Entenda o caso 2

Xuxa diz que Adriano de Barros Caruso "divulgou vídeo ofendendo sua honra, ou seja, frases que extrapolam seu direito constitucional de liberdade de expressão". Proposta inicialmente em São Paulo, a queixa-crime, que não detalha o conteúdo do vídeo, foi remetida para Mirassol, onde reside o autor do vídeo com as ofensas, já apagadas da rede social. A ação tramita em sigilo de Justiça.

Entenda o caso 3

Ele não é o primeiro a ser alvo de Xuxa na Justiça. Uma busca no Google basta para mostrar que "La Meneghel" não é de deixar passar nada batido.

Fonte: https://riopreto.dlnews.com.br/

últimas