POLÍTICA

DER autoriza nova alça de acesso a Fernandópolis, mas falta investidor. Com a palavra o Max Atacadista!

DER autoriza nova alça de acesso a Fernandópolis, mas falta investidor. Com a palavra o Max Atacadista!

Veja também: Fausto Pinato e Eduardo Bolsonaro juntos? Já não é mais impossível!

Veja também: Fausto Pinato e Eduardo Bolsonaro juntos? Já não é mais impossível!

Publicada há 2 meses

DER autoriza nova alça de acesso a Fernandópolis, mas falta investidor. Com a palavra o Max Atacadista!

Instalações do Max na marginal da SP-320: alça de acesso provoca contestações. Foto: Divulgação/Grupo Muffato

E o problemão criado com a inversão da alça de acesso à Rodovia Euclides da Cunha (SP-320), feita pela municipalidade com o intuito de facilitar a entrada de consumidores ao novo Max Atacadista pode estar perto de ser solucionado.

O Departamento Estadual de Rodagens (DER) autorizou a construção de nova saída do perímetro urbano fernandopolense para a SP-320 na altura da empresa "Pavani Areia e Pedra", situada na Marginal Luiz Brambatti, o que resolveria de vez a confusão oriunda da inversão e pouparia aos usuários das vias daquele percurso de mais de dois quilômetros, até o trevo da Avenida Carlos Barozi, na confluência de Brasilândia com a saída para Pedranópolis para, finalmente, "cair" na SP-320.

Mas calma. Ainda falta o principal: um investidor para bancar a empreitada.

A incursão inicial - a inversão - foi feita com expensas custeadas pelo Grupo Muffato, dono da marca Max Atacadista (na realidade 70% dos gastos serão abatidos em impostos municipais) principal, senão única empresa beneficiada; agora, nada mais justo seria que também bancassem o "conserto do soneto", em parceria integral ou parcial, similarmente ao projeto inicial.

É uma oportunidade singular para a empresa ratificar seu comprometimento com o município e a população, pois, queiramos ou não, a inversão, ao mesmo tempo que facilitou - e muito - o acesso de consumidores ao seu estabelecimento, prejudicou demais o fluxo na principal artéria rodoviária urbana da cidade - a Avenida Expedicionários - e mais ainda os empresários nela instalados.

Governador promete veto ao projeto que acaba com meia entrada

Carlão Pignatari, governador em exercício, durante discurso em Rio Preto, observado pelo deputado Geninho Zuliani. Foto: Gov. Estado de SP

O governador em exercício Carlão Pignatari (PSDB) que, aliás, cumpre agenda política na manhã deste sábado, 30, em Fernandópolis, prometeu que irá vetar o projeto de lei de autoria do deputado estadual Arthur do Val (Patriota), o popular Mamãe Falei, que acaba com a meia-entrada em cinemas, jogos e eventos culturais, aprovado pela Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) na quarta-feira, 27, e que vai para sanção governamental.

Carlão afirmou que a aprovação "foi um equivoco", pois há uma legislação federal a respeito do benefício atualmente concedido a estudantes, idosos, professores e outros grupos considerados economicamente vulneráveis e, portanto, não cabe alterações por meio de legislação estadual.

"Se mandar para mim, eu já faço o veto imediatamente, se for essa a determinação, mas eu creio que só chega semana que vem no Palácio", afirmou o deputado, quando o cargo já estará ocupado pelo titular João Doria.

Fausto Pinato e Eduardo Bolsonaro juntos? Já não é mais impossível!



Fácil tornar pouco mais de uma semana e relembrarmos a publicação na coluna .Inside onde descrevemos a conturbadíssima relação nutrida entre o deputado federal fernandopolense e o filho do presidente Bolsonaro, em processo permanente e acirrado de embate.

E o contencioso só ganhou volume e intensidade nos últimos tempos conforme também sobe as possibilidades do presidente Jair Bolsonaro, junto com seu clã, migrar para o PP (também pode ser o PL), com Eduardo assumindo a liderança dos Progressistas no Estado de Pinato, relegando-o a posição secundária ou até terciária.

Pois após um debate num grupo de WhatsApp entre Pinato, a deputada bolsonarista Carla Zambelli (PSL) e Guiga Peixoto (PSL), com direito ao primeiro mandar a deputada "tomar Rivotril", ocorrido na noite de segunda-feira, 25, eis que nesta sexta-feira, 29, Fausto surpreendeu-nos novamente.

Instado a pronunciar-se sobre eventual mudança de partido (PSD de Gilberto Kassab ou PSB de Márcio França?), caso o presidente da República confirme a filiação ao PP, eis que Pinato afirmou que surgiu a possibilidade de coexistência de ambos - Fausto e Eduardo - no Diretório paulista da agremiação, condicionando-a ao comando das rédeas, principalmente na região noroeste paulista.

Antes tal possibilidade era inexequível! E de ambos os lados.

Aventa-se que a interferência do chefe da Casa Civil, senador federal e presidente licenciado do Progressista, Ciro Nogueira, tenha sido fundamental para serenar os ânimos. Dos dois.

Obviamente que, caso Bolsonaro escolha ir para o PL de Valdemar Costa Neto, toda celeuma fica resoluta, com Pinato permanecendo onde está.

SP cresce acima do Brasil

De acordo com o Seade, entre agosto e setembro, a economia paulista avançou 0,4%, já descontados os efeitos sazonais. No acumulado de 12 meses, o PIB+30 de setembro apresentou resultado positivo de 7,0%. Já na comparação com setembro do ano anterior, o indicador registrou ampliação de 2,8%.

Itaú abre a porteira e prevê retração em 22

O Itaú Unibanco passou a prever uma retração do Produto Interno Bruto (PIB) em 2022. É a primeira das grandes instituições financeiras a estipular recessão no ano eleitoral. A queda prevista é de 0,5%, em meio à alta de preços e aumento dos juros. É a temida estagflação!

Boi de piranha

Comenta-se nos bastidores políticos da região que a inclusão de sete novas praças de pedágios na região seja mais uma artimanha do governo estadual para, após idas e vindas, reduzir drasticamente e deixar valendo somente duas ou três delas no projeto final. E ainda surgirão heróis que, defendendo a população regional, barraram a iniciativa.

Gasolina a R$ 8,00 até final do ano?

Desde terça, 26, os preços de combustíveis sofreram novo aumento. O diesel subiu 9,2% e a gasolina 7%. No ano, o diesel já acumula alta de 65,3% nas refinarias. Já a gasolina subiu 73,4% no mesmo período.

Inflação em alta: recorde desde 1995

- Dados divulgados pelo IBGE mostram que o IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor - Amplo 15), prévia da inflação oficial (IPCA), acelerou a 1,2% em outubro, após ficar em 1,14% em setembro. Essa foi a maior variação para um mês de outubro desde 1995 (1,34%) e a maior entre todos os meses do ano desde fevereiro de 2016, quando o índice foi de 1,42%.

últimas