POLÍTICA

Oba x Carnariopreto? Guerra de eventos em Rio Preto?

Oba x Carnariopreto? Guerra de eventos em Rio Preto?

Esquerda lidera pesquisa em SP e Tarcísio com o dobro de Rodrigo

Esquerda lidera pesquisa em SP e Tarcísio com o dobro de Rodrigo

Publicada há 4 meses

Oba x Carnariopreto? Guerra de eventos em Rio Preto?

Que situação!

Dias após a direção do Oba confirmar que realizará a edição 2023 no recinto de exposição de Rio Preto, migrando, pela primeira vez, de sua ‘terra natal’ Votuporanga, eis que a organização do Carnariopreto, evento de micareta de grande porte que despontou nos anos 2000, ratificou que pretende ‘ressuscitar’ a festa no próximo ano.

‘Coincidências’ à parte, o empresário Fábio Faria, um dos organizadores afirmou que busca parcerias e criticou – sem citar nominalmente – o Oba: "A gente vê gente de fora vindo fazer evento, então não sabe se Rio Preto fica com os ônus ou bônus, mas gostaríamos muito de voltar a fazer".

O Carnariopreto foi realizado pela última vez em 2011, também no recinto, e trouxe, outrora, apresentações do porte de Chiclete com Banana, Ivete Sangalo, Daniela Mercury e Asa de Águia. No total foram 13 edições.

Já o último Oba ocorreu em 2020 e, devido à pandemia, teve edições sucessivas canceladas. Para a próxima já anunciou apresentações de Ivete Sangalo e Gusttavo Lima. 

O Ipespe, patrocinado pela XP Investimentos, divulgou na sexta, 18, nova pesquisa para o governo paulista. Registrada no TSE sob o código BR-08006/2022 e realizada entre 14 e 16 deste mês, mediante a oitiva de 1 mil entrevistados e com margem de erro de 3,2%, o levantamento estimulado mostra a liderança do petista Fernando Haddad com 28% de preferência.

Na sequência surgem outros dois candidatos ‘esquerdistas’: Márcio França (PSB) com 18% e Guilherme Boulos (PSol) com 11 pontos.

Somente na quarta colocação aparece a ala da ‘direita’, encabeçada pelo ministro bolsonarista Tarcísio de Freitas (sem partido) com 10%, seguido do escolhido de João Doria, Rodrigo Garcia (PSDB) com 5%.

Nenhum, branco e nulo somam 24 pontos e não sabe/não respondeu 4%.

Tais índices colocarão pressão em Boulos e França para aquiescerem com uma união entre seus partidos e o PT, com Haddad encabeçando a candidatura e unindo o esquerda, enquanto que, do outro lado, Tarcísio já tem o dobro de intenção de votos que Garcia e começa a cacifar-se para ‘duelar’, em Segundo Turno, com Haddad.

Enquanto isso...

  • A mesma pesquisa, delimitando os resultados presidenciais somente aos eleitores paulistas mostra que o atual governador João Doria (PSDB), está na quinta colocação dentro de seu próprio Estado, com 5% dos votos, atrás de Lula (34%), Jair Bolsonaro (26%), Sergio Moro (11%) e Ciro Gomes (7%).
  • O presidente do Hospital do Amor de Barretos, Henrique Prata, bolsonarista assumido e supostamente preterido em 2018, para o cargo de ministro da Saúde, surge como eventual vice de Tarcísio. O problema é que há dois concorrentes: o presidente da Ceagesp coronel Mello Araújo, preferido de Bolsonaro, e o diretor do Hospital do Rim José Medina.
  • O Tribunal de Contas da União (TCU) apontou, nesta sexta-feira, 18, a existência de "indícios robustos" de fraudes em licitação do Exército para a compra de insumos para a produção de hidroxicloroquina, medicamento ineficaz no combate à Covid-19.

*Conteúdo originalmente publicado na Coluna .Inside de sexta-feira, 18/02/2022.

Quem há de recordar-se de 2013 e da Operação Fratelli (e da Máfia do Asfalto), destinada a apurar desvios de recursos públicos em centenas de obras de recapeamento e asfaltamento na região – e também Estado afora – e que tinha empresários e políticos votuporanguenses no epicentro?

Pois, aparentemente, o ‘pesadelo’ voltou nesta terça-feira, 15, após publicação de reportagem veiculada no jornal O Estado de São Paulo, que mostra, novamente, grampos ligando o atual presidente da Assembleia Legislativa do Estado (Alesp), o votuporanguense Carlão Pignatari (PSDB), com o médico Cleudson Garcia Montali, pseudo-administrador de Organização Social (OS) que administra hospitais e santas casas.

Presumivelmente, numa ligação de 2019, ambos tratam da tentativa de interferirem na Santa Casa de Santa Fé do Sul, para colocarem uma OS de Montali na administração da entidade. Há uma aparente prestação de contas.

Montali é alvo da ‘Operação X’ da Polícia Civil e estava com telefones interceptados. Ele é acusado de gestão fraudulenta em 27 cidades e foi condenado a 200 anos de prisão por desvios de mais de R$ 500 milhões na Saúde.

Somente relembrando, a ‘Fratelli’ foi anulada no Supremo Tribunal Federal (clique aqui) após os ministros considerarem ilícitas as escutas telefônicas feitas pelo Ministério Público Estadual, através do Gaeco, com autorização da Justiça, pelo juiz Evandro Pelarin, então na Comarca fernandopolense.

Enquanto isso...

  • O outro lado - Carlão, que participou da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Organizações Sociais da Saúde em 2018, afirmou em Nota Oficial que “não é investigado na Operação Raios-X e que em nenhum momento foi alvo de diligências determinadas pela Justiça”. "O inquérito principal da operação inclusive já foi encerrado, resultando em mais de 160 novos inquéritos, sendo que o parlamentar não é investigado em nenhum deles. Não possui, portanto, qualquer relação com o caso."
  • Mais uma OS - A Associação Santa Casa de Saúde Beneficente de Indiaporã – Reviva Saúde – figura como protagonista num processo que corre na Justiça Federal e que acusa o atual prefeito de Bragança Paulista Jesus Chedid (DEM) de fraude em licitação na contratação da OS. O processo estava em sigilo, quebrado ao final de 2021, possibilitando, agora, publicidade dos autos.

*Conteúdo originalmente publicado na Coluna .Inside de terça-feira, 15/02/2022.

Bolsonaro “Parceiro do Bem”?

A decisão do diretor-executivo da Funfarme de conceder o título de “Parceiro do Bem” para o presidente está repercutindo mal dentre grupos de estudantes (medicina, psicologia e enfermagem) da Famerp, além de profissionais do Hospital de Base e pacientes da entidade. Um abaixo-assinado, em forma de carta aberta em repúdio, foi encaminhada à direção, pedindo, inclusive, a suspensão da homenagem.

Ele vem com seu candidato

Pelo calendário provisório da instituição, Bolsonaro deve receber a honraria no próximo dia 24, data na qual inaugurará obras de duplicação da BR-153. O presidente desembarca um dia após o ministro Tarcísio de Freitas, seu candidato ao Palácio dos Bandeirantes, que começa a visita em encontro com empresários do Lide Noroeste Paulista.

12% de aumento + R$ 350 de ticket

Nada mal! Eis que o Sindicato Municipal e a administração Pessuto, junto aos vereadores, chegaram a um acordo, bem mais que razoável, sobretudo em tempos de contração econômica. Além do aumento salarial de 12% (indiscriminadamente), os servidores fernandopolenses que recebem até R$ 4 mil terão vale-alimentação de R$ 350,00, o que representa acréscimo de R$ 150,00. Estão nesse rol 58,8% do funcionalismo. Aproximadamente 700 funcionários ganham acima desse teto e terão R$ 50,00 de aumento.

Unifev: R$ 6,5 milhões para energia solar

A universidade votuporanguense abrirá licitação para instalação de 3,5 placas solares a serem alocadas nos cerca de 6 mil metros quadrados de telhados dos prédios da instituição. A energia será toda utilizada no centro educacional, sendo que, atualmente, eles pagam cerca de R$ 180 mil mensalmente em energia elétrica e esperam quitar o investimento em cinco anos e terem 15 de benefícios.

R$ 7,1 milhões para o aeroporto. Quando?

Sob administração privada desde segunda, 14, quando a concessão passou para o consórcio SPE Aeroportos Paulista, a unidade ‘Domingos Pignatari’, de Votuporanga, espera o aporte dos R$ 7,1 milhões de investimentos compromissados no contrato. Além do aeroporto de lá, o consórcio assumiu outros 10 na região noroeste paulista e não há informações de quando (e como) os investimentos chegarão. Nem quanto aos voos comerciais.

‘Prefeiturada’ rumo ao União Brasil

Está previsto para o próximo mês, em data ainda não definida, um mega-evento do União Brasil para lançar o vice Rodrigo Garcia à sucessão de João Doria. Geninho Zuliani (DEM), deputado federal aliado de Carlão Pignatari (PSDB) promete ‘grande filiação de prefeitos’ da região no UB. Quem será?

últimas