GERAL

Teste da Urna 2023: TSE divulga relatório final

Teste da Urna 2023: TSE divulga relatório final

Documento conclui que os resultados apresentados na 7ª edição do evento contribuíram para a maturidade do sistema eletrônico eleitoral

Documento conclui que os resultados apresentados na 7ª edição do evento contribuíram para a maturidade do sistema eletrônico eleitoral

Publicada há 1 mês

Da Redação 

A Secretaria de Tecnologia da Informação do Tribunal Superior Eleitoral (STI-TSE) publicou, nesta sexta-feira (31), o relatório final do 7º Teste Público de Segurança da Urna Eletrônica (TPS). A publicação aponta os resultados da etapa de confirmação, com avanços na segurança do sistema eletrônico de votação. 

Em 2023, o Teste da Urna registrou 85 pré-inscritos, o maior número de todos os anos. O evento contou com a participação de 33 investigadoras e investigadores, que executaram 35 planos. A presença feminina foi outro marco da sétima edição da iniciativa do TSE: do total de 33 participantes que efetivamente executaram planos de teste, seis foram mulheres, sendo duas investigadoras individuais e quatro que atuaram em equipes.

Acesse a íntegra do relatório

Lançado em 2009, o evento é um dos marcos do processo de desenvolvimento dos sistemas eleitorais e do hardware da urna eletrônica. Ao longo dos últimos anos, a cada edição, foi possível aperfeiçoar os programas utilizados nas eleições subsequentes.

Relatório

 A semana de execução dos planos de testes – aconteceu no período de 27 de novembro a 1º de dezembro de 2023, na sede do TSE, tendo sido prorrogado por mais um dia, a pedido de dois grupos de investigadores.

Dos planos executados, foram apresentados 7 supostos achados, dos quais cinco – três do grupo da Polícia Federal e dois do grupo da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) – foram recomendados para análise das equipes técnicas do Tribunal como possíveis pontos de melhoria e, consequentemente, para serem executados novamente no Teste de Confirmação.

Nesse período, os investigadores e a investigadora verificaram os ajustes feitos pelas equipes da Secretaria de Tecnologia da Informação do TSE e constataram que as melhorias implementadas contribuíram para o aperfeiçoamento da urna eletrônica e dos sistemas eleitorais.

Uma vez realizados os novos testes e tendo sido constatadas as melhorias implementadas, as investigadoras e os investigadores assinaram o Termo de Confirmação, que é a fase final do TPS.

Além das investigadoras e dos investigadores, o TPS 2023 contou com a participação direta de membros das Comissões Reguladora, Avaliadora, Organizadora e de Comunicação Institucional, das equipes técnicas da STI do TSE, de técnicos dos Tribunais Regionais Eleitorais, técnicos da Universidade de São Paulo (USP), representantes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e de mais 23 áreas diretamente envolvidas na organização e execução do evento.

últimas