POLÍTICA

De 16 prefeitos da região, 7 (no mínimo) não concorrerão nas Eleições 2024

De 16 prefeitos da região, 7 (no mínimo) não concorrerão nas Eleições 2024

Dentre eles estão Pessuto, Adauto Severo, Barão Lopes, Nilson Caffer e outros

Dentre eles estão Pessuto, Adauto Severo, Barão Lopes, Nilson Caffer e outros

Publicada há 5 meses

Levantamento feito pela equipe de jornalismo do ‘Extra.net’ mostra que de16 dos atuais prefeitos da região, no mínimo, sete deles estarão fora das urnas no pleito municipal de outubro de 2024.

Esse grupo está absolutamente descartado por impedimento da legislação eleitoral, haja vista que já foram reeleitos e limitar-se-ão, no máximo, a tentarem ajudar a eleger seus substitutos. Nesse rol constam nomes que desfrutam de ampla aprovação administrativa de suas gestões e que teriam amplas possibilidades de triunfarem novamente, tais como os prefeitos Adauto Severo de Populina e Nilson Caffer de Guarani d´Oeste.

Também integram o rol do ‘inelegíveis’ os gestores André Pessuto em Fernandópolis, Adilson Segura em Valentim Gentil, Barão Lopes em Estrela d´Oeste, Marcos Adriano da Silva em Pedranópolis e Alex Ribeiro em Turmalina.

Por outro lado, há um grupo de nove administradores que atualmente cumprem o terceiro ano do primeiro mandato, sendo-lhes possível recandidatarem, se quiserem (e também se tiverem respaldo popular).

Dentre eles, na região, estão os atuais prefeitos de Votuporanga, Jales e Santa Fé do Sul, Jorge Seba, Luis Henrique Moreira e Evandro Mura, respectivamente, além de Alex Sakata em Ouroeste, Reginaldo Marcomini em Macedônia, Fábio Paschoalinoto em Meridiano, Priscilla do Prado em Mira Estrela, José Carlos Cezare, o popular Zé Mamão em Duas Pontes e Aderito da Silva em Indiaporã.

Também nesse rol aplica-se a regra supra, contendo nomes que, face à ampla aprovação administrativa de suas gestões, entram na disputa na condição de favoritos. Mas também há aqueles que, em situação reversa, terão muito trabalho para reverter cenários desfavoráveis e atingir condições mínimas de competitividade.

Em colunas futuras detalharemos a situação política/eleitoral de cada um desses colégios eleitorais.

Marcus Chaer e Ocimar Custódio

Os ‘capitães’ da Santa Casa de Fernandópolis e Fundação Educacional de Fernandópolis, Marcus Chaer e Ocimar Custório, respectivamente, foram homenageados na Câmara Municipal na noite da última terça-feira, 24, com o Título de Cidadão Fernandopolenses. Os Decretos foram propostos pelos edis Murilo Jacob e Jeferson Paiva, respectivamente.               

Odisseia de Cidinho

E o vereador Aparecido Moreira, o Cidinho do Paraíso, está realmente levando a sério sua proposta de instituir o Bolsa Ar-condicionado em Fernandópolis. Na segunda, 23, ele levou sua Indicação, pessoalmente, ao prefeito André Pessuto e ao chefe de gabinete Rodrigo Ortunho. Cidinho diz priorizar o atendimento de pessoas idosas e acamadas com o benefício.

E dá CDHU

Na última quinta-feira, 26, 165 novas unidades habitacionais foram oficialmente entregues pelo CDHU na região. Com direito a cerimonias com presenças de políticos e dirigentes do órgão, foram inauguradas 53 casas em Estrela d´Oeste, 52 em Santa Fé do Sul e outras 60 em Rubinéia.

Tempestade de denúncias

Um calhamaço com quase uma dezena de denúncias das mais variadas vertentes está sendo preparado para aportar nas Delegacias de Polícia Civil, Federal, Tribunal de Contas e Ministério Público Estadual e no Federal contra uma administração municipal da região, cujo alcaide pretende disputar a reeleição. As supostas ilicitudes vão desde irregularidades em licitações, em construções de cercas através do Melhor Caminho, contratações de atrações musicais e outras.

Presidente vira prefeito

O atual presidente do Legislativo rio-pretense Paulo Pauléra assume a Prefeitura por 15 dias. A vacância do cargo executivo surgiu por férias do titular, Edinho Araújo, por 22 dias, cumulada com idêntica medida do vice, Orlando Bolçone, por 15 dias. Este foi para os EUA; Edinho, não se sabe.

FPM de outubro: -5,1%

Os municípios recebem na próxima segunda, 30, o terceiro e último repasse do Fundo de Participação dos Municípios referente a este mês. Segundo estimativa da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), o valor será 5,1% menor que o percebido no mesmo mês do ano passado. Há expectativa de recomposição nominal de R$ 4,1 bilhões pelo governo federal ainda em 2023.

E Tarcísio vetou

O governador vetou projeto de lei aprovado pela Alesp concedendo isenção de IPVA a veículos elétricos. A proposta, que visa incentivar o uso de veículos menos poluente no Estado, foi considera por Tarcísio de Freitas como em "descompasso com o vigor da produção do etanol". Ele enviou outro projeto propondo a isenção “exclusivamente para veículos a hidrogênio e híbridos com motor elétrico ou com motor a combustão que utilize alternativa ou exclusivamente etanol”.

É Festa!

Começou na quinta, 26, o Rodeio Show Macedônia 2023. Na abertura a atração principal foi a dupla Israel & Rodolfo, ontem foi Rio Negro e Solimões e hoje é Diego & Victor Hugo. Em todas as noites há o Camarote Bacana além do tradicional rodeio em touros e cavalos.

últimas