POLÍTICA

Teste do olhinho passa a ser obrigatório em Fernandópolis

Teste do olhinho passa a ser obrigatório em Fernandópolis

Lei obriga hospitais, clinicas e maternidades a realizar o teste do reflexo vermelho

Lei obriga hospitais, clinicas e maternidades a realizar o teste do reflexo vermelho

Publicada há 8 meses

O vereador Daniel Arroio. Foto: ASsecom

Da Redação

Foi aprovado na sessão de terça-feira, 14, um projeto de lei de autoria do vereador Daniel Arroio, que obriga todos hospitais, clinicas e maternidades públicas ou particulares a realizar o teste do reflexo vermelho o popular teste do olhinho, no prazo de 72 horas após o nascimento.

O teste em questão é usado para a detecção de doenças congênitas ligadas a visão. Além do teste que deverá ser realizado até 72 horas após o nascimento, o mesmo deverá ser repetido anualmente até o terceiro ano de vida.

Caso seja detectada alteração que indique a presença de retino blastoma e/ou de qualquer outra doença ou anormalidade, os pais e/ou responsáveis deverão ser imediatamente comunicados e orientados sobre a necessidade de encaminhamento para o devido tratamento adequado.

“Este teste pode detectar dentro muitas doenças o câncer ocular, e isto se detectado em recém nascidos pode ser a chance de uma cura precoce da doença”, destacou Arroio.

O vereador ainda destacou que atualmente com as fotos sendo tiradas de celular, muitas vezes os pais percebem que o olho da criança fica vermelho, e isto é um bom sinal, agora se o olho da criança ficar branco, é um sinal de alerta, onde os pais devem procurar ajuda médica para exames. “A questão das fotos de celular em caso de olho branco serve de alerta, mas o teste logo nas primeiras horas de vida poderá ser essencial para a detecção precoce de doenças e consequentemente um tratamento antecipado, podendo salvar a visão e até mesmo a vida destas crianças”, finalizou Daniel Arroio.

Fonte: ASsecom C.M. Fernandópolis

últimas