GERAL

Carros são flagrados a quase 160 km/h em trecho de rodovia da região

Carros são flagrados a quase 160 km/h em trecho de rodovia da região

Infrações foram registradas no trecho urbano da rodovia

Infrações foram registradas no trecho urbano da rodovia

Publicada há 4 dias

Da Redação 

Imagens divulgadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) mostram veículos flagrados na Rodovia Transbrasiliana (BR-153), em São José do Rio Preto (SP), com velocidades bem acima da permitida no trecho. As infrações foram cometidas entre o fim de 2023 e o início de 2024.

Em uma das autuações, registrada no dia 4 de janeiro, o condutor passa pelo radar a 124 km/h, no trecho urbano de Rio Preto, onde a velocidade máxima permitida é de 80 km/h.

No mesmo trecho, outras duas multas foram registradas no dia 17 de julho de 2023, respectivamente. Um dos veículos aparece a 159 km/h, o que corresponde ao dobro da velocidade máxima permitida no local. Na mesma data, um carro foi flagrado a 154 km/h, no trecho urbano de Rio Preto.

Risco maior

O volume diário médio de veículos que trafegam pela BR-153 na região noroeste paulista gira em torno de 60 a 90 mil veículos, no trecho urbano de Rio Preto. Em áreas distantes dos municípios, a média é de 30 mil automóveis por dia.

Flavio Catarucci, inspetor da Polícia Rodoviária Federal, explica que a maioria das infrações é de veículos novos, que muitas vezes possuem motores com mais potência.

Ainda segundo Catarucci, a BR-153 é uma das principais vias de ligação de São Paulo com outros estados, como Minas Gerais, Goiás e Paraná. Por isso, a circulação de veículos é grande e, com o excesso de velocidade, o risco é ainda maior.

"O excesso de velocidade está relacionado à dificuldade que o próprio motorista vai ter no controle do veículo diante de uma situação de risco. Por exemplo, no caso de um animal atravessando a rodovia, o tempo de reação que o condutor vai ter é diferente e, muitas vezes, ele acaba colidindo contra o objeto, contra o animal, contra outro veículo, sem nem mesmo conseguir pisar no freio."




últimas