OPERAÇÃO

Operação da PF mira desembargador e advogado suspeitos de vender sentenças para traficantes

Operação da PF mira desembargador e advogado suspeitos de vender sentenças para traficantes

São 17 mandados de busca e apreensão em Brasília, Belo Horizonte e São Luiz

São 17 mandados de busca e apreensão em Brasília, Belo Horizonte e São Luiz

Publicada há 11 meses

Dinheiro apreendido na 'Operação Habeas Pater' — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Dinheiro apreendido durante a 'Operação Habeas Pater' - Foto: Polícia Federal/Divulgação

Da Redação

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira, 14, a operação Habeas Pater, que apura a suposta prática de corrupção por parte de um desembargador federal e seu filho, que é advogado, por meio de venda de sentenças para investigados por tráfico de drogas. Os nomes deles não foram divulgados pela corporação.

Os agentes cumprem 17 mandados de busca e apreensão em Brasília, Belo Horizonte e São Luiz. Durante as diligências, foram apreendidos maços de dinheiro, mostram imagens divulgadas pelos investigadores. Os mandados foram expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça.

Ocorre também nesta terça-feira a operação Flight Level 2, que mira uma quadrilha especializada em tráfico de drogas supostamente ligada ao magistrado e seu filho. A investigação também apura crimes de organização criminosa e lavagem de dinheiro.

São dez mandados de prisão, sendo cinco preventivas e cinco temporárias, e 25 de busca e apreensão em endereços de Belo Horizonte, São Paulo e Florianópolis. A Justiça Federal também determinou o sequestro de 17 veículos e sete imóveis ligados aos investigados, além de bloquear as contas bancárias e criptomoedas de 34 alvos da investigação, incluindo empresas.

últimas