POLÍTICA

Ex-prefeito da região é condenado pela Justiça a devolver R$ 10 milhões

Ex-prefeito da região é condenado pela Justiça a devolver R$ 10 milhões

Leia também: Campetti, finalmente na Alesp? Ex-reitor da UB na Fiesp!

Leia também: Campetti, finalmente na Alesp? Ex-reitor da UB na Fiesp!

Publicada há 2 meses

É... Muda-se somente os protagonistas e a história se repete!

Pois mais um ex-prefeito da região foi condenado judicialmente, o que não seria novidade nenhuma, indigna de meras letras desta coluna, se não fossem dois detalhes:

- a envergadura do agora condenado; e,

- o valor da restituição que volverá aos cofres do município.

Pois iniciando pelo status do ex-gestor, lembremos que ele é produtor rural, empresário, engenheiro agrônomo e já ocupou cargos, além da Prefeitura, na Câmara dos Deputados e até no Senado Federal. Referimo-nos a Aelton Freitas (PP), ex-prefeito da cidade mineira de Iturama.

Quanto ao volume financeiro da sentença prolatada pela juíza Mayra Silveira Urzedo, da 1ª Vara Cível daquela cidade, eis que o valor, com a atualização monetária e juros bate na casa dos R$ 10 milhões.

Pois o ‘caso’ provém de acusação de desvio de recursos públicos datado de quando administrou o município 'vizinho' (de 1993 a 1996), criando uma ‘indústria’ de Notas Fiscais frias e outras falsificações, em conluio com a tesoureira e outros quatro servidores municipais.

Uma Ação Popular foi movida em 2001, sendo que em 1997 uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) investigou denúncias de pagamentos ilícitos para mais de 10 empresas.

Em janeiro agora, mais de 20 anos após, surge a condenação de primeira instância, obviamente ainda sujeita a recursos.

Aguardemos o próximo!

*Conteúdo publicado originalmente na Coluna .Inside de terça-feira, 23/01/2024

O ex-reitor da Universidade Brasil (UB) Felipe Sartori Sigollo, foi nomeado para integrar, na qualidade de conselheiro, o Conselho Superior de Estudos Nacionais e Política (COSENP) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Sigollo, que dirigiu inclusive o campus de Fernandópolis nomeado em 2020, trabalhará no conselho que tem como presidente Michel Temer, ex-presidente da República e terá mandato no período de 15/01/2024 a 31/12/2024.

O COSENP debate, realiza estudos e discute as questões fundamentais relacionadas à política e ao desenvolvimento econômico e social nacionais. Propõe e acompanha o posicionamento institucional quanto a esses temas, contribuindo para o diálogo permanente com órgãos governamentais, os diversos segmentos da classe empresarial e da sociedade.

Sigollo assumiu a UB no lugar do reitor Pró-Tempore, Prof. Dr. Carlos Antonio da Silva, que estava no comando da universidade depois do afastamento do ex-reitor Adib Abdouni em 8 de abril de 2020. Ele é engenheiro civil formado pela FEI - Faculdade de Engenharia Industrial -, com MBA em Administração Executiva pela IMT - Instituto Mauá de Tecnologia -, e cursos na Harvard University. Entre 2016 e 2018 ele foi Secretário-Executivo adjunto do Ministério da Educação, trabalhando como presidente do Comitê Gestor do Fies. Também foi Secretário-Executivo substituto (vice-Ministro) do MEC, e esteve no Ministério da Cidadania, no governo Bolsonaro, em indicação de Onyx Lorenzoni - que também teria indicado Júlio Semeghini para o Ministério da Ciência e Tecnologia. Ele também foi um dos responsáveis pela idealização do Novo Fies, criando e presidindo o CG-FIES - Comitê Gestor do programa.

Love in the air?

O prefeito André Pessuto, junto ao fiel escudeiro Rodrigo Ortunho (virtual prefeiturável governista) postou em redes sociais um encontro com o presidente do Partido Republicanos Marcos Pereira, vice-presidente da Câmara dos Deputados. Do ‘afair’, além de dividendos e compromissos para outubro próximo, promessa de R$ 2 milhões liberados para recapeamento asfáltico.

Chico Arouca: o retorno!

Após temporada em terras mineiras, quem retornou a Fernandópolis é o empresário e ex-secretário municipal, o folclórico Chico Arouca. Reabrindo as portas políticas, ele está se encontrando e/ou mantendo contatos com pré-candidatos de várias vertentes políticas e insinua participar da disputa municipal deste ano.

SP: crescendo, pero no mucho!

O Produto Interno Bruto (PIB) Paulista registrou expansão de 0,8% no acumulado de janeiro a novembro de 2023. Os destaques foram agropecuária (3,5%) e serviços (1,5%). Por outro lado a indústria retraiu 0,2%. Aguardemos os índices de dezembro para fechar o balanço anual, até agora, um pouco decepcionante.

Finalmente, Danilo na Alesp?

Ao que parece, finalmente o suplente de deputado estadual Danilo Campetti (Republicanos) irá assumir uma cadeira na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) O titular da vaga, Tomé Abduch deve assumir a Secretaria de Urbanismo da capital paulista, numa jogada patrocinada pelo governador Tarcísio de Freitas e o prefeito Ricardo Nunes, abrindo a vaga para o policial federal. Campetti foi assessor especial do governador e está afastado da Polícia desde agosto de 2023. Ele tem fortes laços de amizade com o provedor da Santa Casa de Fernandópolis local Marcus Chaer. 

E por falar nisso...

Há previsão de ingresso de R$ 10 milhões anualizados a partir do recebimento de atendimentos pelo Novo SUS Paulista na Santa Casa de Fernandópolis. O programa reajusta a Tabela do SUS, congelada há mais de 20 anos vai beneficiar 354 entidades hospitalares paulistas com cerca de R$ 5 bilhões. Fôlego!

O texto é de livre manifestação do signatário que apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados e não reflete, necessariamente, a opinião do 'O Extra.net'.

*Atualização (às 11h58 de 27/01/2024): publicação completada.

últimas