ILICITUDES?

Mais um! Candidatos denunciam irregularidades de concurso em Ouroeste

Mais um! Candidatos denunciam irregularidades de concurso em Ouroeste

Em junho, prefeito cancelou outro concurso com 31 vagas

Em junho, prefeito cancelou outro concurso com 31 vagas

Publicada há 2 meses

Da Redação

Diversos candidatos de Concurso Público realizado mês passado, promovido pela Prefeitura Municipal de Ouroeste denunciaram a existência de irregularidades no certame organizado pelo Instituto Brasileiro de Apoio à Administração Pública (IBRASP).

As principais ilicitudes apontadas são de concorrentes na prova para Professor de Educação Básica e acréscimo de notas para candidatos que apresentaram recursos voluntários.

De acordo com D.S.O, M.P.B. e E.C.B.A., candidatas às vagas para professores de educação básica, de nível superior, após a publicação do gabarito, entraram com recurso pedindo a anulação da questão quatro, de língua portuguesa, e o cancelamento da anulação da questão 30. “A anulação da questão 30 seria pertinente apenas para a prova aplicada no período da manhã. Já a do que período da tarde estava correta, não cabia anulação”, explica M.P.B. As candidatas mostraram, na área do candidato on-line, que os dois recursos foram deferidos pela banca, isto é, deveriam retificar o gabarito em edital, o que não foi feito.

A alínea 12.5 do edital diz que a anulação de questão pontua positivamente a todos os candidatos, já a alteração da alternativa da questão pontua apenas para os candidatos que acertaram de acordo com o gabarito retificado. Com o deferimento dos recursos, a pontuação das candidatas deveria aumentar, o que não aconteceu. “Minha nota deveria ter aumentado em cinco pontos, me colocando, talvez, em segundo lugar na classificação, dependendo dos acertos de meus concorrentes. Entrei com recurso contra a classificação, o que também foi aceito, e mesmo assim não fizeram a alteração da lista da classificação final”, aponta D.S.O, mostrando os recursos deferidos e sua classificação, em sexto lugar, inalterada.

A candidata E.C.B.A apontou outra irregularidade: concorrentes que não entraram com recursos tiveram a nota acrescida enquanto ela, mesmo com recursos deferidos, permaneceu com a nota inicial.

A Organizadora

A IBRASP tem sede em Goiânia (GO) e está em funcionamento desde 2018, tendo histórico de denúncias de irregularidades em seus certames, tais como os de Rio Grande (RS) e de Itapaci (GO). 

A Prefeitura de Ouroeste não se pronunciou oficialmente e informalmente disse que “não interfere nas questões da banca”. 

Reincidência?

Em junho de 2023, a administração municipal de Ouroeste acabou cancelando o Concurso Público organizado pela PCN Concursos e que ofertava um total de 31 vagas para diversos cargos. O motivo foi as inúmeras denúncias de irregularidades supostamente cometidas pela organizadora, inclusive na região, e que foram objetos de denúncias judiciais.

CLIQUE AQUI PARA RELEMBRAR

últimas