POLÍTICA

Dividida, oposição tem hoje seis pré-candidatos em Fernandópolis

Dividida, oposição tem hoje seis pré-candidatos em Fernandópolis

Leia também: 200 pré-candidatos à vereança? Congresso retira verba de aeroporto!

Leia também: 200 pré-candidatos à vereança? Congresso retira verba de aeroporto!

Publicada há 2 semanas

Oposição dividida, tem hoje 6 pré-candidatos em Fernandópolis

Se no início do ano, quem se fragmentou precipitadamente foi o grupo governista, com o fim do sonho (ou utopia) de formação de um ‘grupão’, com o alistamento de vultosos partidos em torno de uma candidatura praticamente unificada (CLIQUE AQUI PARA RELEMBRAR) agora, cerca de cinco meses após, o feitiço parere ter virado de lado e atingido, no momento mais inoportuno possível – às vésperas de uma eleição – o lado oposicionista.

Decorridas inúmeras (e aparentemente infrutíferas) tentativas de junções, eis que os agrupamentos alijados do governo de André Pessuto não conseguem atingir denominadores comuns e solidificarem uma coligação apta a enfrentar – com reais chances de vitória – a dupla Rodrigo Ortunho (Republicanos) e Cida Pessotto (PP).

Rol levantado pela Reportagem do ‘O Extra.net’ apontou que atualmente há, no mínimo, (e com possibilidades de até serem mais) seis pré-candidaturas já lançadas no município com viés de oposição:

- Avenor Bim (PSD) em eventual dobradinha com o vereador Daniel Arroio de vice;

- João Garcia Filho, vereador lançado como pré-candidato pelo Partido Mobiliza;

- o vereador Murilo Jacob, que já declarou que é pré-candidato pelo Partido Novo;

- Flávia Resende, ex-secretária de Educação, também articulada pelo Partido da Renovação Democrática;

- João Paulo Cantarella, também vereador, é o nome escolhido pelo Diretório Municipal do PL para a disputa;

- o Partido dos Trabalhadores (PT) tem uma tríade como pré-candidatos: Sérgio Teixeira, Adilson Campos e José Horácio.

É uma profusão absurda de nomes que faz a alegria de Pessuto, Pinato e companhia e que, se mantida, praticamente antecede o resultado as urnas que deveria ser proclamado somente em outubro.

Congresso retira recurso de aeroporto regional para emendas parlamentares

Não! Ainda não é o fim!

Mas também esqueçam aquela previsão inicialmente estipulada de inauguração no primeiro semestre de 2026.

Vai ficar para frente! Possivelmente muito para frente.

Referimo-nos ao Aeroporto Internacional do Norte Paulista, o de Olímpia, situado numa área de 200 hectares, a 20 quilômetros da cidade com acesso pelas Rodovias Assis Chateaubriand, pela Estrada Municipal Diógenes Breda Filho e pela Vicinal Natal Breda.

Pois a péssima notícia proveio do Congresso Nacional, com a confirmação da retirada de uma verba de R$ 104 milhões com aporte destinado a essa obra, em virtude de remanejamento do valor para emendas parlamentares na área de saúde.

O dinheiro já estava reservado na Lei Orçamentária da União de 2024 e aprovado em 22 de dezembro passado, mas foi remanejado após negociações entre deputados e senadores.

Lembrando:

- a área física foi adquirida pela Prefeitura olimpiense em setembro passado ao custo de R$ 19 milhões;

- junto com o aeroporto de Olímpia, outros 38 foram atingidos com a alteração;

- no total, foram remanejados R$ 2,8 bilhões para desbloquear emendas parlamentares individuais dos congressistas.

Restritivamente, aventa-se na Câmara dos Deputados que o desastre ambiental ocorrido no Rio Grande do Sul, que afetou severamente as operações no aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, com a consequente necessidade de aporte de volumosos recursos para a recuperação e/ou reconstrução em outro local, também prejudicará o ambicioso projeto regional.

 

Desincompatibilizando

Ao menos duas personalidades públicas se desincompatibilizaram de seus cargos para poderem participar do pleito municipal. O chefe de Gabinete da Prefeitura de Fernandópolis, Rodrigo Ortunho, cotado para concorrer ao cargo de prefeito, foi exonerado na quinta, 06; já o presidente do Sindicato Rural local, Marcos Mazeti, se afastou da entidade na quarta-feira, 05. Ele é um dos cotados para ser vice em chapa encabeçada por João Paulo Cantarella.

 Foragido de vez?

O votuporanguense Kingo Takahashi, que ganhou fama nacional ao participar (e ser condenado por participar dos atos antidemocráticos de 8 de janeiro de 2023, em Brasília, é um dos suspeitos de estar foragido do país. Ele tem paradeiro desconhecido atestado por oficial de Justiça que não conseguiu êxito em intimá-lo por diversas vezes. Mais de uma dezena de condenados pelo STF estão nessa situação.

Tempo perdido em Ferpa

Só para dimensionar o atraso local (saímos primeiro que Olímpia), o Thermas dos Laranjais bateu recorde de público no feriado de Corpus Christi, com 36 mil turistas apesar do frio. O parque, abastecido por águas quentes naturais, registrou um aumento de 37% no número de visitantes em maio, totalizando 185 mil pessoas.

200 pré-candidatos à vereança?

O levantamento não é oficial e provém de pronunciamento de vereador fernandopolense feito durante a última sessão ordinária ocorrida na noite de terça-feira, 04, indicando que há cerca de 200 nomes já lançados extraoficialmente como concorrente a uma das vagas no Palácio 22 de Maio. Haja eleitor!

Votuporanga: também 6 pretendentes

Se em Fernandópolis somam seis os pré-candidatos oposicionistas a prefeito, em Votuporanga a situação se repete, porém um tanto quanto diversa: são também seis o pretendentes à condição de vice na coligação que será encabeçada pelo atual prefeito Jorge Seba (PSD). A justificar o número tão alto está o proporcional favoritismo do recandidato.

 

O texto é de livre manifestação do signatário que apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados e não reflete, necessariamente, a opinião do 'O Extra.net'.

últimas